icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/04/2014
16:48

O mineiro Rafael Vansolin conquistou o título mundial paralímpico de halterofilismo, nesta segunda-feira, em em Dubai, Emirados Árabes Unidos. O jovem, de 19 anos, levantou 112kg e sagrou-se campeão júnior na categoria até 72kg, e ainda entrou na história por ser o primeiro brasileiro a conquistar uma medalha em mundiais da modalidade. Rafael superou Farhod Umirzakov, do Uzbequistão, Saeed Heydarpour, do Irã, e Sukru Mutlu, da Turquia, para subir no ponto mais alto do pódio.

- Estou muito satisfeito com o que fiz. Minha melhor marca era 108kg e subi quatro. Nem mesmo no treino tinha chegado a esse peso, fiquei no 110kg dias atrás - afirmou o medalhista de ouro.

Rafael chegou a estabelecer o recorde júnior com a marca, mas teve o peso superado pelo uzbeque Umirzakov - como o recorde do atleta do Uzbequistão foi na quarta tentativa, a marca de 116kg valeu apenas para a nova melhor marca do mundo, e não para a competição.

Mesmo com a pouca idade, Rafael não se intimidou em seu primeiro Mundial.

- Já tinha experiência internacional com o Parapan de Jovens (em Buenos Aires, no ano passado) e com os Jogos Para-Sulamericanos (em Santiago, 2014), então fiquei mais calmo. Superei algumas coisas e estou muito feliz com essa conquista - declarou o atleta.

O técnico da Seleção Brasileira, Weverton Santos, que acompanha o treino diário de Rafael, também não conteve a alegria.

“É o primeiro Mundial dele e já colocou quatro quilos acima da melhor marca pessoal. Nos deixou orgulhoso de todo o trabalho que fizemos. Foi maduro o tempo todo, não amarelou e nem baixou a cabeça. É o último ano como júnior e fechou com chave de ouro, mostrando que tem um futuro promissor pela frente, e que ainda vai amadurecer muito - declarou o treinador.

Na disputa sênior no Mundial, Rafael terminou na 16ª colocação. O vencedor na categoria foi o egípcio Mohamed Elelfat, com 217kg, seguido do iraniano Roohallah Rostami (209kg) e do russo Sergei Sychev (206kg).