icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci
19/11/2013
20:48

O atacante Victor Andrade, de 18 anos de idade, se recusou a viajar com a delegação sub-20 do Santos para a decisão da Copa do Brasil da categoria, nesta quarta-feira, contra o Criciúma, em Santa Catarina. Com o artilheiro Diego Cardoso machucado, a direção alvinegra tentou integrar Victor ao time júnior, mas ele não aceitou.

O pedido aconteceu nesta terça-feira, no CT Rei Pelé. Zinho, gerente de futebol profissional da equipe, foi quem conversou com o garoto e se irritou ao ouvir a recusa. O dirigente argumentou que Victor Andrade era funcionário do clube, mas nem assim conseguiu convencê-lo.

Pai e empresário do atleta, Nelson Andrade disse não saber do ocorrido.

- Estou na rua e não fui comunicado. Mas, se for verdade, não vejo nenhum demérito em jogar pelo sub-20, pois ele tem idade. Isso é normal, desde que combinado previamente - disse, ao LANCE!Net.

Procurada, a diretoria do Santos não atendeu aos contatos da reportagem. O presidente em exercício Odílio Rodrigues concederá entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Recentemente, Victor Andrade se recusou a viajar com a delegação sub-23 do Santos para o Vietnã e a Indonésia e foi punido. Como "castigo", além de multa no salário, ele ficou sem treinar por cerca de duas semanas. O contrato dele com o clube vai até setembro do ano que vem.