icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/08/2015
14:09

O Manchester United decepcionou na rodada e acabou derrotado de virada para o Swansea, fora de casa, por 2 a 1. Gomis foi o carrasco dos Red Devils e garantiu a vitória para os donos da casa, contando com a ajuda do goleiro Romero, que falhou feio e deixou a bola passar em chute sem força. Com a vitória, o Swansea chegou aos oito pontos, assumindo a quarta colocação no Campeonato Inglês.

Carente de organização no meio-campo, o United sofreu para criar chances na primeira etapa. Depay, jogando pelos lados de campo, era a única válvula de escape da equipe. Através de suas jogadas em velocidade, o time teve suas melhores chances, mas nada que pudesse ameaçar o adversário. Do outro lado, o Swansea mostrava disposição e lutava para furar a defesa rival. Gomis, melhor jogador em campo, infernizava a defesa adversária e chegou a acertar uma bola na trave, após boa jogada individual.

Quieto na beira de campo durante a primeira etapa, Van Gaal parecia não gostar do que estava vendo. O intervalo foi essencial para o United, que voltou acordado e mais bem postado no segundo tempo. Aos quatro minutos, o lateral-esquerdo Shaw fez grande jogada de fundo, cruzou para área, Rooney não alcançou, mas Mata apareceu para completar para o gol.

Mata festeja após marcar para o United (Foto: Pauls Ellis/AFP)

O United quase ampliou o placar apenas dois minutos depois. Em lambança da defesa do Swansea, o zagueirão Williams cortou mal e quase encobriu Fabianski, que se recuperou bem e salvou.

O time galês melhorou e chegou ao empate em contra-ataque rápido. Sigurdsson jogou para área, a defesa do United dormiu, e Ayew apareceu sem marcação para cabecear para o gol aos 16 minutos. O United sentiu o tento sofrido e acabou abrindo a defesa. Os donos da casa passaram a dominar o meio-campo e conseguiram a virada aos 21, com Gomis. O atacante recebeu ótimo passe de Ayew e tocou sem força, mas Romero aceitou. Na comemoração, Gomis incorporou o estilo Donizete e imitou uma pantera.

Com seu time atrás no marcador, Van Gaal fez as três substituições, todas no meio-campo. As alterações melhoraram o time, que passou a criar mais oportunidades. O Swansea se fechou todo e garantiu a vitória por 2 a 1.





O Manchester United decepcionou na rodada e acabou derrotado de virada para o Swansea, fora de casa, por 2 a 1. Gomis foi o carrasco dos Red Devils e garantiu a vitória para os donos da casa, contando com a ajuda do goleiro Romero, que falhou feio e deixou a bola passar em chute sem força. Com a vitória, o Swansea chegou aos oito pontos, assumindo a quarta colocação no Campeonato Inglês.

Carente de organização no meio-campo, o United sofreu para criar chances na primeira etapa. Depay, jogando pelos lados de campo, era a única válvula de escape da equipe. Através de suas jogadas em velocidade, o time teve suas melhores chances, mas nada que pudesse ameaçar o adversário. Do outro lado, o Swansea mostrava disposição e lutava para furar a defesa rival. Gomis, melhor jogador em campo, infernizava a defesa adversária e chegou a acertar uma bola na trave, após boa jogada individual.

Quieto na beira de campo durante a primeira etapa, Van Gaal parecia não gostar do que estava vendo. O intervalo foi essencial para o United, que voltou acordado e mais bem postado no segundo tempo. Aos quatro minutos, o lateral-esquerdo Shaw fez grande jogada de fundo, cruzou para área, Rooney não alcançou, mas Mata apareceu para completar para o gol.

Mata festeja após marcar para o United (Foto: Pauls Ellis/AFP)

O United quase ampliou o placar apenas dois minutos depois. Em lambança da defesa do Swansea, o zagueirão Williams cortou mal e quase encobriu Fabianski, que se recuperou bem e salvou.

O time galês melhorou e chegou ao empate em contra-ataque rápido. Sigurdsson jogou para área, a defesa do United dormiu, e Ayew apareceu sem marcação para cabecear para o gol aos 16 minutos. O United sentiu o tento sofrido e acabou abrindo a defesa. Os donos da casa passaram a dominar o meio-campo e conseguiram a virada aos 21, com Gomis. O atacante recebeu ótimo passe de Ayew e tocou sem força, mas Romero aceitou. Na comemoração, Gomis incorporou o estilo Donizete e imitou uma pantera.

Com seu time atrás no marcador, Van Gaal fez as três substituições, todas no meio-campo. As alterações melhoraram o time, que passou a criar mais oportunidades. O Swansea se fechou todo e garantiu a vitória por 2 a 1.