icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/03/2014
08:59

Diante de um desencontro de informações dos jornais europeus a respeito do estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher, a assessoria do heptacampeão de Fórmula 1 apresentou novas atualizações do caso nesta quarta-feira. Sabine Kehm, assessora do alemão, informou que ele dá sinais "pequenos, mas encorajadores" no processo de recuperação.

Falando em nome da família de Schumi, Kehm comentou aos jornalistas que todos estão "confiantes" de que o ex-piloto acordará do coma, estado em que se encontra desde o acidende que sofreu enquanto esquiava nos alpes franceses, em dezembro.

"Nós estamos e continuaremos confiantes que Michael (Schumacher) sobreviverá e acordará. Às vezes são pequenos, mas encorajadores sinais, e nós também sabemos que este é o momento de ser paciente" diz o comunicado.

Kehm acrescenta no comunicado que é difícil compreender que uma pessoa como Schumi, que superou diversas situações na vida, "se acidentou de forma tão grave em uma situação tão banal". Vale lembrar que os médicos começaram a reduzir os sedativos do alemão em janeiro, em um processo para retirá-lo do coma, conforme informou a própria assessora.

Ainda no comunicado desta quarta, a assessoria destaca que o tempo de recuperação de Schumacher não é o mais importante no momento.

"Ficou claro desde o início que seria uma luta longa e difícil para Michael. Estamos enfrentando essa luta em conjunto com os médicos, nos quais confiamos plenamente. A duração do processo não é a parte importante para nós"

Por fim, o comunicado agradece ao carinho de todo o mundo, que acompanha atentamente a situação do ex-piloto. Mas também voltou a pedir para que a família de Schumacher tenha privacidade, pois estão "lidando com situação extremamente íntima e frágil".