icons.title signature.placeholder Marcio Porto
icons.title signature.placeholder Marcio Porto
15/07/2013
07:15

Neymar, Gabigol, Victor Andrade, Jean Chera. Nos últimos anos, o torcedor santista acostumou-se a ver estes nomes entre as principais promessas da festejada base do clube. Hoje, no entanto, uma espécie de patinho feio é quem vai conquistando os fãs e ganhando reverências. Ele atende por Neilton, nome que só este ano passou a ser exaltado na Vila Belmiro.

Não que lhe falte potencial. Neilton se destacou e foi campeão em todas as categorias de base desde que chegou ao clube, em 2009, com 15 anos e agora começa a brilhar no profissional. Mas ele mesmo admite que o marketing presente nos amigos nunca o atingiu, situação que considera benéfica.

– Nunca me preocupei por não ser lembrado. Deus vem me abençoando, isso é momento do futebol. Acho que pode até ter me ajudado (ficar fora de badalação), com certeza – afirmou o garoto, de 19 anos, em entrevista ao LANCE!Net.

Neilton não se preocupa com o rótulo de patinho feio e também não culpa o Santos. O garoto diz que não tem do que reclamar, mesmo ficando fora de "privilégios" para companheiros da base. Ele comenta as comparações com Neymar, se surpreende por ter superado o craque em um quesito e fala da atual fase do Peixe, em matéria que você confere completa no LANCE!Digital.

Em noite de Neilton, Santos goleia a Lusa na Vila

Neymar, Gabigol, Victor Andrade, Jean Chera. Nos últimos anos, o torcedor santista acostumou-se a ver estes nomes entre as principais promessas da festejada base do clube. Hoje, no entanto, uma espécie de patinho feio é quem vai conquistando os fãs e ganhando reverências. Ele atende por Neilton, nome que só este ano passou a ser exaltado na Vila Belmiro.

Não que lhe falte potencial. Neilton se destacou e foi campeão em todas as categorias de base desde que chegou ao clube, em 2009, com 15 anos e agora começa a brilhar no profissional. Mas ele mesmo admite que o marketing presente nos amigos nunca o atingiu, situação que considera benéfica.

– Nunca me preocupei por não ser lembrado. Deus vem me abençoando, isso é momento do futebol. Acho que pode até ter me ajudado (ficar fora de badalação), com certeza – afirmou o garoto, de 19 anos, em entrevista ao LANCE!Net.

Neilton não se preocupa com o rótulo de patinho feio e também não culpa o Santos. O garoto diz que não tem do que reclamar, mesmo ficando fora de "privilégios" para companheiros da base. Ele comenta as comparações com Neymar, se surpreende por ter superado o craque em um quesito e fala da atual fase do Peixe, em matéria que você confere completa no LANCE!Digital.

Em noite de Neilton, Santos goleia a Lusa na Vila