icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/03/2014
00:31

Se, por um lado, os jogadores do Atlético-MG questionam o pênalti assinalado por Patrício Hernan Loustau, da Argentina, aos 41 minutos do segundo tempo, no empate com o Nacional (PAR), por outro, o mandante lamenta o erro no lance que culminou no gol assinalado por Jô. Em posição irregular, o centroavante anotou o segundo do Galo no embate.

Logo após o gol feito na equipe de Assunção, o camisa 7 brincou com o erro da arbitragem e explica que ‘acompanhou a linha da bola’ no passe dado por Dátolo.

– Já erraram tantas vezes quando era contra mim. Poderiam errar uma vez a favor também (risos). Eu acompanhei a linha da bola. Se eu estava na frente e o juiz não deu, tem que ter paciência – declarou.

Com o tento anotado na partida desta noite, o centroavante segue isolado na artilharia do Alvinegro. Ele balançou as redes adversárias seis vezes em oito partidas disputadas, todas na condição de titular. O desempenho lhe rende uma média de 0,75 gol por jogo.