icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
10/12/2013
20:49

Duda Amorim foi do céu ao inferno na vitória por 25 a 23 sobre a Sérvia, em duelo válido pela terceira rodada do Mundial de Handebol. A armadora brasileira foi responsável por cinco gols e foi a maior anotadora do confronto entre as brasileiras. Por outro lado, quase prejudicou a equipe quando, a seis minutos do fim, foi excluída do duelo.

Duda foi expulsa por ter sofrido a sua terceira penalização de dois minutos na partida. Responsável pelo "trabalho sujo" da Seleção no segundo tempo, ela se disse satisfeita com o resultado do encontro. E agradeceu às companheiras por terem mantido o Brasil à frente após o cartão vermelho.

- Eu acho que foi um jogo em que toda a equipe funcionou. E quando as coisas fluem, não adianta. Infelizmente aconteceu (de ser expulsa). Mas as meninas conseguiram tomar conta do jogo, de qualquer forma - disse a brasileira.

Uma das atletas mais experientes do grupo brasileiro, com 27 anos, Duda ressaltou também a influência positiva que este resultado pode ter no restante do torneio para o Brasil.

- É uma partida que dá confiança. Jogo apertado, em que temos que dar todas as forças, e mesmo assim o resultado sai, é sempre muito bom - completou a jogadora do Gyori, da Hungria.