icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
15:18

Arthur Zanetti, medalhista olímpico nas argolas em Londres-2012, e campeão mundial da categoria na Bélgica, em 2013, será o porta-bandeira da delegação brasileira na cerimônia de abertura dos Jogos Sul-Americanos de Santiago, no Chile, no dia 7.

- Fiquei muito honrado e feliz em ter sido convidado para levar a bandeira do Brasil. É uma emoção legal estar representando o nosso país, mas só na hora mesmo é que poderei sentir esse peso - comentou o ginasta.

Zanetti é o atual campeão na prova das argolas em Jogos Sul-Americanos. Em 2010, na cidade de Medellín, na Colômbia, ele foi ouro e, neste ano, competirá também nas provas de salto e solo.

- Na Colômbia ajudei a equipe, que era o objetivo principal, agora estou buscando chegar às finais (solo e salto). Apesar de ser início de ano, e de não estarmos 100%, a preparação está boa. Estes Jogos Sul-Americanos servirão bastante para montar a melhor equipe para o Campeonato Mundial, em outubro, na China, já pensando nos Jogos Olímpicos de 2016 - disse Zanetti.

Esta será a primeira competição do ano de Zanetti que, em 2013, venceu todas as provas que disputou, inclusive o mundial. Motivos de sobra para ser considerado, mas não para Zanetti, que tenta manter os pés no chão ao comentar sobre os adversários diretos.

- A expectativa é boa. Sabemos quais atletas irão competir, mas não sei direito a série que eles estão fazendo. A Argentina e o Chile devem ir bem, e a Colômbia, provavelmente, será nosso principal concorrente. Mas em nenhuma competição podemos nos considerar favoritos, porque podemos cometer um erro, cair, seja em uma competição nacional ou internacional - completou o atleta.