icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/04/2014
15:55

A partida entre Wigan e Arsenal pela semifinal da Copa da Inglaterra foi emocionante. O jogo terminou empatado em 1 a 1, foi para a prorrogação e concluída nas disputas de pênaltis. Nas cobranças, o Arsenal venceu por 4 a 2 e agora espera o adversário que sairá do jogo entre Hull City e Sheffield United. 

Assim como nos jogos de todas as divisões do Campeonato Inglês realizados neste fim de semana, a partida disputada em Wembley foi atrasada em sete minutos como forma de homenagem às vítimas da tragédia de Hillsborough, ocorrida em 15 de abril de 1989, quando 96 pessoas morreram durante o jogo entre Liverpool e Nottingham Forest, também válido pelas semifinais da Copa da Inglaterra.

Com a bola rolando, o primeiro tempo foi equilibrado e sem grandes oportunidades de gol. A melhor chance do Arsenal foi aos 26 minutos, quando, após escanteio, Vermaelen tocou de cabeça para Sagna, que na segunda trave chutou de canhota para fora. Já o Wigan ameaçou dois minutos depois, quando Gómez tentou o cruzamento e acabou acertando o travessão.

No segundo tempo, o mesmo Gómez abriu o placar para o Wigan, aos 18 minutos, convertendo pênalti cometido por Mertesacker em McManaman. O Arsenal sentiu o golpe e demorou a se reencontrar na partida. No entanto, aos 34 iniciou uma verdadeira blitz na área do Wigan, com uma bola na trave de Sanogo e, no minuto seguinte, uma cabeçada de Gibbs salva em cima da linha pela zaga. O Wigan não resistiu à pressão e aos 36, Martesecker se redimiu, fazendo de cabeça o gol de empate e levando o jogo para a prorrogação.

Os primeiros 15 minutos foram disputados, mas sem grandes chances. Os dois times já estava cansados e se resguardaram, temendo um contra-golpe do adversário. Na segunda etapa, nada de muito diferente. As duas equipes não conseguiram levar perigo e se contentaram em levar a partida para as disputads de pênalti.

Nas disputas, o goleiro Fabianski se destacou e pegou duas cobranças do Wigan. Arteta, Källström, Giroud e Carzola converteram para os Gunners e garantiram o time na final da Copa da Inglaterra.