icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/07/2014
12:52

Os argentinos Fernando Tobio e Pablo Mouche, novatos no futebol brasileiro e apresentados pelo Palmeiras nesta terça-feira, não quiseram entrar na brincadeira dos torcedores "albicelestes" e se negaram a cantar o hit "decime qué se siente", usado durante a Copa do Mundo para tirar sarro da Seleção Brasileira.

- Desde pequeno sou profissional e encaro o futebol como trabalho, embora goste e seja apaixonado pelo meu país. Os jogadores, para mim, são colegas, sejam brasileiros, argentinos, alemães, holandeses... Vejo como profissionais e em nenhum momento vou fazer uma brincadeira com alguém, brasileiro ou não - disse o atacante Mouche, com expressão fechada, antes de dizer que nem sequer conhece a letra da música.

- Eu deixo isso um pouco de lado. O torcedor argentino é fanático, tem a rivalidade que todos sabemos com o Brasil, mas temos que nos comportar como profissionais - acrescentou o zagueiro Tobio, outro que não se divertiu muito com o assunto.

Foi assim, em absoluto tom de respeito, que eles se apresentaram. Tobio, que trabalhou com Ricardo Gareca no Vélez Sarsfield (ARG), recebeu a camisa 2 e já será titular no clássico de quinta-feira, às 19h30, contra o Santos. Mouche, que jogou no Boca Juniors e estava no futebol turco, usará a camisa 14 que era de Alan Kardec. Ele ainda aprimora a forma física e só estreará domingo, contra o Cruzeiro. no Pacaembu.

O presidente Paulo Nobre recebeu os dois contratados na sala de imprensa com a tradicional orientação, desta vez em portunhol:

- Honre mucho, mucho esta camiseta - pediu o dirigente, que deixou a sala de imprensa logo depois, mas ficaria orgulhoso com o que os novos palmeirenses disseram sobre o clube.

- Sei que o Palmeiras é uma instituição das mais grandes do Brasil, a que ganhou mais títulos nacionais. Uma equipe muito conhecida, na América do Sul e no mundo. Uma equipe com muita história - elogiou Mouche.

- O Palmeiras sempre se caracterizou por ser protagonista. Nós, argentinos, conhecemos o clube pelas campanhas em Libertadores - acrescentou Tobio.