icons.title signature.placeholder Michel Castellar
05/07/2014
16:54

O técnico da Bélgica, Marc Wilmots, elegeu a arbitragem e os pequenos erros como os responsáveis pela derrota de sua equipe para a Argentina, por 1 a 0, neste sábado, pelas quartas de final da Copa do Mundo, no Estádio Nacional de Brasília - Mané Garrincha. O treinador mostrou, inclusive, desdém pela equipe sul-americana.

- Vimos a experiência dos argentinos em levar 30 segundos para recolocarem a bola em jogo e o árbitro não fazer nada. Tivemos um pequeno erro mas é assim que acontece. Não ficamos impressionados com os argentinos. É só uma equipe como outra qualquer - disse Wilmots.

De acordo com o técnico da Bélgica, a Argentina é um grande time não por sua coletividade, mas por ter três ou quatro jogadores que carregam a equipe. Por isso, defendeu que os jogadores belgas poderiam ter vencido, por formarem uma equipe em que o coletivo é o ponto forte.

E orgulho foi a palavra usada por Wilmots para descrever o que sentia por seus jogadores. E lembrou que a Bélgica por possuir uma equipe jovem tem a perspectiva de formar um grande time no futuro.

- Claro que esperava mais da minha equipe. Sempre espero, mas temos de encarar o fato. Fisicamente, estávamos bem. Tivemos quatro oportunidades. Nas quartas de final, havia dito que os detalhes fazerm a diferença - considerou o técnico da Bélgica.

Wilmots, ao fim da partida, durante a conversa com os jornalistas, sempre que pôde alfinetou a arbitragem da partida. Mas não quis fazer nenhuma acusação aberta à atuação do italiano Nicola Rizzoli.