icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/03/2014
10:04

Não será a primeira decisão, já que houve outros jogos importantes. Mas será a primeira final da Era Arena. O jogo deste domingo, às 16h, irá inaugurar o rol de finais da casa gremista, ainda que seja a primeira partida de duas para definir o campeão gaúcho, pouco mais de um ano após sua abertura. A situação não coloca uma pressão maior no Grêmio, garantem os gremistas. Além disso, pode sair o primeiro vitorioso em clássico Gre-Nal.

Desde sua inauguração, a Arena teve jogos importantes. Por exemplo, o duelo com a LDU pela Pré-Libertadores, ou com o Atlético-PR, pela semifinal da Copa do Brasil. Ou jogos do Brasileirão do ano passado, quando o Tricolor terminou como vice-campeão. Mas nenhum valia, diretamente, o título como este. Este ineditismo, porém, não influencia em pressão para os gremistas.

- O Grêmio teve boas oportunidades de conquistar as taças ali. Agora, nessas finais, não teremos a oportunidade de ser campeão na Arena, mas sem dúvida toda equipe tem prazer e alegria de jogar ali. O torcedor tem sido fantástico, com apoio constante. E tivemos dificuldades em alguns jogos. Não é o fato apenas do espaço Arena, o que faz a diferença é a energia que é gerada, e espero que eles continuem nos ajudando. Sempre cantando e incentivando, acreditando. Faz com que os atletas acreditem em campo. É essa alma que tem que prevalecer acima de outra coisa - comentou o técnico Enderson Moreira.

O clássico também pode marcar o primeiro vitorioso na Arena. Nos dois jogos, pelo Brasileirão de 2013 e pelo Gauchão deste ano, o placar foi 1 a 1.

A expectativa é de público alto na Arena. Mais de 40 mil torcedores são esperados. No meio da tarde desta sexta, 12 mil ingressos já haviam sido vendidos dos 25 mil colocados à venda pelo clube. Ver um título novamente e, principalmente, inaugurar a era vitoriosa da Arena é uma das motivações.

A ideia gremista é conquistar uma vantagem boa em casa. No entanto, terá de quebrar um paradigma: o Gre-Nal não tem vencedor com mais de dois gols de diferença desde 2010, justamente na final do Gauchão conquistado pelo Tricolor. A última vitória do clube foi em agosto de 2012, como visitante, no Beira-Rio.