icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/08/2015
20:13

A Arena Corinthians recebeu neste domingo o seu maior público em uma partida do Timão. 41.380 pessoas estiveram no estádio acompanhando a vitória da equipe por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, sendo que 41.014 pagaram ingresso. Até então, o recorde pertencia ao duelo contra o San Lorenzo (ARG), pela fase de grupos da Libertadores, jogo com 40.744 pagantes.

Após o confronto, o meia Renato Augusto exaltou o apoio da Fiel e a importância de ter bons resultados como mandante. O time alvinegro é o melhor do Brasileirão sob os seus domínios, tendo nove vitórias e uma derrota em dez partidas em casa.

– O Campeonato Brasileiro é muito difícil e você tem de ganhar dentro de casa. O apoio da torcida faz uma diferença muito grande, temos de aproveitar o fator casa e pontuar ao máximo – disse.

A capacidade atual da Arena é de aproximadamente 48 mil torcedores, mas o clube não disponibiliza a carga máxima de ingressos por questões de seguranças. A expectativa é de casa cheia mais uma vez na quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Santos.

A Arena Corinthians recebeu neste domingo o seu maior público em uma partida do Timão. 41.380 pessoas estiveram no estádio acompanhando a vitória da equipe por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, sendo que 41.014 pagaram ingresso. Até então, o recorde pertencia ao duelo contra o San Lorenzo (ARG), pela fase de grupos da Libertadores, jogo com 40.744 pagantes.

Após o confronto, o meia Renato Augusto exaltou o apoio da Fiel e a importância de ter bons resultados como mandante. O time alvinegro é o melhor do Brasileirão sob os seus domínios, tendo nove vitórias e uma derrota em dez partidas em casa.

– O Campeonato Brasileiro é muito difícil e você tem de ganhar dentro de casa. O apoio da torcida faz uma diferença muito grande, temos de aproveitar o fator casa e pontuar ao máximo – disse.

A capacidade atual da Arena é de aproximadamente 48 mil torcedores, mas o clube não disponibiliza a carga máxima de ingressos por questões de seguranças. A expectativa é de casa cheia mais uma vez na quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Santos.