icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/12/2013
15:46

Há exatos 15 anos, no dia 29 de dezembro de 1998, o Palmeiras vencia o Cruzeiro por 1 a 0 e conquistava a primeira edição da Copa Mercosul. Chiqui Arce, ex-lateral-direito e hoje técnico campeão paraguaio com o Cerro Porteño, foi o autor do gol no Palestra Itália e lembra com detalhes de sua "comemoração maluca", com giros em torno de si mesmo, beijos no símbolo e correria em direção à torcida.

- Era um momento da decisão muito tenso, muito complicado. Tínhamos perdido a primeira, ganhado a segunda e, então, era uma noite de casa cheia no Palestra. Quando fiz o gol, não aguentei. Eu tinha uma identificação muito forte com a torcida. Raramente comemorava daquele jeito (risos) - lembrou o antigo camisa 2, ao site do Verdão.

O time comandado por Luiz Felipe Scolari perdeu o primeiro duelo da decisão por 2 a 1, no Mineirão, e ganhou o segundo por 3 a 1, em casa. Como o regulamento não previa decisão por saldo de gols, um terceiro confronto precisou ser realizado. Mais um da série de encontros com a Raposa.

- Em 95 e 96, o nosso grande adversário era o Grêmio. Depois passou a ser o Cruzeiro. Eles tinham um grande time, com jogadores muito bons - lembra Arce.

Aquela final acabou servindo como tira-teima. Só em 1998, o Palmeiras já havia erguido a Copa do Brasil após derrotar os mineiros, mas havia sido eliminado nas quartas de final do Brasileiro pela mesma equipe. Inspiração para o centenário, festejado em 2014.

- Sei que o torcedor sofreu muito no ano passado, passou por várias situações contrárias... Mas o time se fortalece muito quando o torcedor se torna um jogador a mais. Espero que 2014 seja de estádios cheios e de muitas conquistas para o Palmeiras - completou Arce.