icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2013
14:24

Mais uma vez, o diretor executivo do Fluminense, Rodrigo Caetano, deve entrar na mira do Superior Tribunal da Justiça Desportiva. O dirigente foi acusado pelo árbitro da partida contra o Corinthians, André Luiz de Freitas Castro, de tê-lo ofendido, após o término do jogo, já na porta dos vestiários. Segundo relatado na súmula, o dirigente tricolor gritou as seguintes palavras:

- André, seu safado, pilantra! Você decidiu a nossa vida seu safado - escreveu.

A reclamação do dirigente é sobre o pênalti marcado aos 44 minutos do segundo tempo, que resultou no gol da vitória do Corinthians, marcado por Alexandre Pato. Além disso, no momento da penalidade, André aplicou o cartão vermelho direto para o zagueiro Anderson. O motivo da expulsão relatada na súmula foi por impedir uma chance clara de gol. Procurado pelo LANCE!Net, Rodrigo Caetanio preferiu não se manifestar.

E MAIS:
>Camisa reservada, ações de marketing...Flu a todo vapor para receber Conca
>Após nova derrota, Luxemburgo diz que fica até o fim do ano

Vale lembrar que Rodrigo Caetano cumpriu suspensão de 15 dias recentemente, também por ofensas relatadas na súmula, após uma partida. Na ocasião, as ofensas foram na partida contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, e o árbitro do jogo foi Paulo Henrique de Godoy Bezerra.


Pato marca no último minuto e empurra Flu para o Z4