icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
11/11/2013
08:01

Jorge Augusto Leonel de Souza, portador do RG 46.067.789, e Vinícius Gonçalves Silva Rosa, portador do RG 48.307.242. Foram esses os dois torcedores do Corinthians responsáveis pelo copo d'água vazio atirado no gramado da Arena Fonte Luminosa durante o jogo Corinthians x Fluminense.

Após a partida, o clube fez questão de divulgar o nome da dupla, que acabou presa pela Polícia Militar. De acordo com a assessoria de imprensa do Timão, posteriormente, os dois foram levados até a delegacia mais próxima do estádio, onde foi realizado o boletim de ocorrência. Tal alarde é consequência do temor de mais uma punição por parte do STJD, que, durante o Campeonato Brasileiro, tirou cinco mandos do clube - quatro pela briga de torcedores com vascaínos em Brasília e um pela garrafa d'água que atingiu um bandeirinha na partida contra a Portuguesa, que não teve seu autor identificado.

Mesmo com o fato sendo citado pelo árbitro na súmula ("Aos 32 minutos de jogo, foram arremessados 2 copos de água mineral em direção ao Assistente 01, Sr. Cristhian Passos Sorence, porém sem atingi-lo. Os copos partiram da torcida do Corinthians"), a identificação da dupla é fundamental para que o clube não seja punido. Outros clubes tiveram o mesmo problema e, com a localização dos infratores, a punição foi apenas pecuniária - ou seja, com multa.

O reconhecimento de Jorge Augusto e Vinícius Gonçalvez só foi possível por conta da mobilização dos torcedores que, diante do objeto arremessado no gramado, apontaram imediatamente para os autores. Um deles, inclusive, levou tapas na cabeça antes de ser preso pelos policiais.

Na súmula, o árbitro ainda citou uma suposta agressão verbal de um dirigente do Fluminense. "Informo que apos a partida, quando a equipe de arbitragem estava no corredor (Na porta do vestiario dos Árbitros), o senhor Rodrigo Caetano, Diretor Executivo do Fluminense, que se encontrava na porta do Vestiário de sua equipe, Gritou as seguintes palavras: "André seu safado, pilantra! Voce decidiu a nossa vida seu safado!", comunicou.