icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/12/2013
13:08

Boa parte da torcida do Botafogo é supersticiosa por natureza. E os números do Deportivo Quito - rival do Glorioso na primeira fase da Copa Libertadores - contra equipes brasileiras animará os alvinegros que gostam de coincidências. Afinal, em oito partidas dos equatorianos contra times do país, foram apenas duas vitórias, três empates e três derrotas e um aproveitamento de 37,5%.

O primeiro brasileiro a enfrentar os "Azulgranas" foi o Coritiba, em 29 de abril de 1986, pela Libertadores daquele ano. Na ocasião, o Deportivo venceu por 2 a 1. Na rodada seguinte, o time de Quito derrotou o Bangu, também em casa. No returno, empate no Rio de Janeiro e derrota em Curitiba.

No final das contas, a equipe não conseguiu a classificação para a segunda fase. O Barcelona de Guayaquil, que também estava na chave, passou para a fase seguinte.

Depois de 23 anos, o Deportivo voltou a encarar um brasileiro, pela Libertadores de 2009. O rival na fase de grupos foi o Cruzeiro, que acabou vice-campeão daquela edição, perdendo o título para o Estudiantes (ARG). A Raposa arrancou um empate fora de casa e venceu por 2 a 0 em Belo Horizonte.

No ano seguinte, novo "azar" e de novo um brasileiro pela frente: o Internacional, campeão da edição. Novo empate em Quito e derrota no Rio Grande do Sul.

Agora é torcer para o desempenho ruim do terceiro colocado do Campeonato Equatoriano ante os times daqui seja mantido. É a sua vez, Botafogo!

Volta em grande estilo! O que esperar do Botafogo na Libertadores