icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/04/2014
08:00

Inaugurado há menos de 15 dias, o Estádio Beira-Rio já passa por reparos antes da Copa do Mundo. Nos eventos de reabertura da casa colorada, houve reclamações sobre acessibilidade no anel superior. Algo que já havia sido tratado por Internacional e Ministério Público. As obras foram vistoriadas nesta terça-feira e aprovadas pelo Ministério Público Federal e pela Promotoria Especializada do Torcedor.

Pequenos detalhes separam o que havia sido especificado no Termo de Ajustamento de Conduta assinado pelo clube gaúcho e pelo Ministério Público gaúcho, segundo o promotor José Francisco Seabra Mendes Júnior. Neste documento, o clube garantia 1% dos lugares do estádio adaptados para pessoas com necessidades especiais.

- Estivemos no Beira-Rio com o Ministério Público Federal. Faltam alguns pequenos detalhes, mas o Inter garante que vai estar tudo pronto para o jogo deste sábado. Temos que ver uma situação também de espaço específico nas cadeiras vip - disse o promotor ao LANCE!NEt.

O Inter planeja o término destas obras até o final desta semana. Segundo o vice de administração colorado, José Amarante, o clube está ultimando os reparos. Qualquer situação apontada por Seabra também será imediatamente feita. O promotor afirmou ao L!Net que seriam necessários ajustes em alguns "pequenos detalhes" vistos por ele e pelos representantes do Ministério Público Federal na terça.

As adaptações eram para ter sido feitas até o dia 5 de abril, data da festa Os Protagonistas. Mas a reforma não aconteceu de maneira completa. Por conta de reclamações com fotos postadas na página RS Desporto, no Facebook, a Promotoria do Torcedor foi cobrar do clube a prática do que havia sido combinado. Degraus em entradas dos banheiros, assim como nas arquibancadas e locais especiais para os torcedores eram alguns dos pontos combinados no TAC.

Segundo o termo, o Inter se dispunha a dobrar o número de assentos adaptados ao estádio. Os 64 lugares no anel inferior seriam mantidos e seriam acrescidos outros 64 no anel superior, abrigado de todas as interpéries, algo que não acontece no anel inferior. Os assentos adaptados são junto ao gramado.

Fotos mostram problemas de acessibilidade no Beira-Rio (Foto: Reprodução/Facebook)