icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
03/11/2014
14:50

A Polícia Militar vistoriou e aprovou o novo estádio do Palmeiras na manhã desta segunda-feira. Com isso, o clube e a construtora WTorre seguem com esperanças de que o jogo contra o Atlético-MG, no próximo sábado, seja realizado no local. A vistoria estava prevista para terça-feira, mas foi antecipada após a intervenção do governador Geraldo Alckmin.

Para que a partida seja transferida do Pacaembu para o Allianz Parque, as partes esperam a ajuda de algumas entidades. O primeiro passo é obter o laudo de segurança da PM o mais rapidamente possível (normalmente, a confecção do documento dura de quatro a cinco dias). O segundo é obter a aprovação da CBF, já que o prazo estabelecido pelo Estatuto do Torcedor para a mudança de local se encerrou na quarta-feira passada - o clube fez a solicitação a tempo.

Os outros três laudos necessários já estão nas mãos da WTorre: o de prevenção e combate a incêndio, o de condições sanitárias e de higiene e o de vistoria de engenharia.

A capacidade liberada é de 27 mil espectadores, sendo que venda e distribuição de ingressos ficarão integralmente a cargo do Palmeiras - por contrato, o clube tem direito a 100% da bilheteria em seus jogos no local. A capacidade total da arena é de 43.700 pessoas.

Caso não seja possível estrear a nova casa contra o Galo, o jogo contra o Sport, no dia 20 de novembro, marcará a reinauguração do antigo Palestra Itália, fechado desde 2010. Paul McCartney fará os primeiros shows musicais do local nos dias 25 e 26, com capacidade máxima.