icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/07/2014
12:07

Neymar da Silva Santos, pai do camisa 10 da Seleção Brasileira, entrou com um processo por danos morais contra o ex-presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro. O valor da indenização pedida é superior a R$ 20 mil por acusações realizadas em entrevista ao site da ESPN.

Na entrevista, publicada à epoca da negociação de Neymar com o Barcelona, Laor mostrou-se irritado e chamou o pai do jogador de mau-caráter, "duas caras" e mentiroso. Além de o acusar de fazer orgias com garotas de programa em Londres. A matéria, inclusive, está anexa ao processo.

"Responsável por orgias, mercenário, irresponsável... Prostituição, mau-caráter, mentiroso, duas caras... São tantos adjetivos que conduzem à inarredável conclusão que o réu (Luis Álvaro) injuriou e difamou o autor (Neymar pai), com a intenção de ofendê-lo pessoalmente com propósito espúrio e evidentemente desabonador", dizem os advogados do pai de Neymar na ação.

O ex-presidente do Santos ainda aguarda a notificação e diz que só vai se pronunciar após recebê-la. O processo corre na 3ª Vara Cívelm foro Regional XI, em Pinheiros, São Paulo.

As acusações de Luis Álvaro tiveram como motivação o adiantamento que o staff de Neymar havia recebido para negociar o jogador com o Barcelona. Além disso, também houve uma diferença de valor entre o que foi pago e o que foi anunciado.