icons.title signature.placeholder Gabriela Abrunheiro / Radar
06/02/2015
20:20

Devido à mudança de posição da Federação Paulista de Futebol (FPF), que liberou a presença da torcida do Corinthians para o Dérbi do próximo domingo, a Polícia Militar do Estado de São Paulo irá se reunir novamente com as organizadas alvinegras para definir o plano de ação. O encontro irá acontecer na tarde do próximo sábado.

A ideia é definir principalmente o trajeto que será utilizado pelos torcedores corintianos. Já está definido, porém, que o ponto inicial será a quadra da Gaviões da Fiel e que ao chegar ao estádio a torcida visitante utilizará o portão 'D', localizado na rua Padre Antônio Tomás.

- Recebemos há pouco a decisão oficial da FPF. Por isso, amanhã (sábado) faremos uma nova reunião somente com a torcida do Corinthians para acertar o trajeto, a entrada de materiais, a escolta. Mas não muda muita coisa, muda mais internamente com a questão de horários - confirmou ao LANCE!Net o capitão Alexandre Vilariço, do 2º Batalhão de Polícia de Choque.

Numa primeira reunião, realizada na manhã desta sexta-feira, com os representantes das torcidas dos dois clubes, palmeirenses e corintianos se mostraram insatisfeitos com decisão de a partida sendo realizar apenas com torcida única. Também descontente, Mario Gobbi, presidente do Timão, comprou a briga e ameaçou não mandar o time a campo.

Portanto, com o recuo da FPF, o alvinegros devem receber algo em torno de 1.600 ingressos e volta a valer a recomandação de vetar parte da arquibancada do Allianz Parque. Será o primeiro Dérbi do novo estádio palmeirense. Parte do anel superior, que fica acima do setor de visitantes, terá de ficar isolada.