icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/11/2014
19:45

A expressiva vitória de Gilbert Durinho sobre Christos Giagos no UFC 179, disputado no último dia 25 de outubro, comprovou a boa fase vivida pelo brasileiro que tem um cartel com nove vitórias e nenhuma derrota. Especialista na luta de solo, o niteroiense chegou à segunda vitória dentro da maior organização de MMA do planeta e mostrou estar em ótimas condições para representar a bandeira brasileira entre os pesos-leves (70 kg).

O atleta ainda comemora a excelente vitória na nova categoria - apesar de ter feito a maioria de suas lutas dentro do Brasil entre os leves, ele estreou no UFC nos meio-médios (77kg) - e já se prepara para mais um desafio, dessa vez no jiu-jitsu. No dia 22 de novembro, ele encara Leandro Lo em uma luta sem tempo pela Copa Pódio, que será disputada no Ginásio do Botafogo de Futebol e Regatas, no Rio de Janeiro (RJ).

Sedento por desafios, Durinho abdica do tempo de descanso para seguir competindo em alto nível. Campeão mundial de kimono e bicampeão mundial sem kimono, ele comentou sua paixão pela arte suave e deixou claro que é uma prática normal fazer treinamentos de luta agarrada após suas lutas no MMA profissional.

- Na verdade, eu amo treinar, ainda mais se for jiu-jitsu. Sempre depois das minhas lutas gosto de treinar muito com kimono e dessa vez não vai ser diferente. Já voltei às atividades e no dia 22 de novembro vou fazer uma superluta de jiu-jitsu aqui no Rio de Janeiro. O mais legal é que a luta será sem limite de tempo, então é matar ou morrer. Isso vem me deixando ainda mais motivado - disse o lutador, via assessoria de imprensa.

Treinador de chão das feras Vitor Belfort e Cezar Mutante, o lutador vai contar com a ajuda de velhos conhecidos na preparação para o combate no fim do mês.

- Eu tenho muitos amigos no jiu-jitsu e quando estiver no Rio vou treinar muito na Fortfit (academia do amigo Vitor Belfort) e em Niterói. Além disso, quero ir até Santos, na Matriz da Zenith, para trabalhar um pouco com o professor Rodrigo Cavaca. É a equipe de jiu-jitsu que represento e aprendi muito por lá - explicou.

Durinho finalizou Giagos no UFC 179 (FOTO: Marcos Furtado/FlashSport)

Mesmo focado no importante duelo contra Leandro Lo, Gilbert Durinho não esquece do UFC. Empolgado com o excelente começo na organização, o atleta comentou a boa impressão deixada em sua última aparição no evento e já inicia o planejamento para retornar o mais breve possível ao octógono mais famoso do mundo.

- Foi inesquecível, foi uma luta dura, mas eu sabia que se eu precisasse colocar ele para baixo, eu iria impor meu jogo. Coloquei muita pressão no Giagos até pegá-lo e finalizá-lo. Acho que deixei uma boa impressão na nova divisão, o Lorenzo me parabenizou muito e Joe Silva também. Planejo lutar em breve, estou com apetite, mas prezo muito por uma boa preparação. Retorno para a Flórida em um mês e lá começarei os treinamentos visando minha próxima luta - concluiu.