icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/02/2015
10:07

O desafio de enfrentar um atleta top 15 da categoria não intimidou Adriano Martins. No último domingo, dia 22 de fevereiro, pelo UFC Porto Alegre, o manauara seguiu à risca a estratégia traçada para o combate e venceu o russo Rustam Khabilov. Agora, o brasileiro vive a expectativa pela entrada no ranking da categoria dos leves. Foi a terceira vitória de Adriano na organização, em quatro combates disputados, e novos desafios contra atletas bem colocados na divisão já fazem parte do planejamento do atleta.

Embalado por um nocaute sobre Juan Manuel Puig, em julho de 2014, Adriano se comprometeu com a estratégia definida para o combate durante os três rounds de disputa. Khabilov é conhecido por sua movimentação em luta, e isso obrigou o manauara a traçar um plano que frustrasse o russo. A escolha foi exatamente em uma área na qual seu oponente era temido: o grappling.

- Desde quando a luta foi casada, decidi com minha equipe que a estratégia seria surpreender. Ele imaginava que eu partiria para a trocação, por lutar em casa e porque ele tem uma base de luta agarrada muito boa. Treinei muita queda, tanto para derrubar como para defender, e consegui colocar em prática na luta, surpreendendo-o e conseguindo uma grande vitória. Foi uma vitória inteligente - comemorou o brasileiro.

A vitória sobre o russo, que ocupa a 14ª posição no ranking dos leves do UFC, aumentou a confiança do brasileiro para encarar mais um adversário de renome em seu próximo duelo. Adriano, que fez sua segunda luta pela organização no Brasil, conquistando o segundo triunfo, vive a expectativa de figurar entre os 15 melhores já na próxima atualização do ranking

Adriano Martins agora tem três vitórias pelo Ultimate (FOTO: UFC)

- Muita gente me apontava como azarão pelo fato do Khabilov estar no Top 15 e eu não, mas a categoria é muito parelha, tem muita gente boa. São só 15 no ranking, então acaba ficando muita gente boa de fora. Não me motivei mais por ser azarão. Minha motivação veio da vontade que sempre tenho de vencer e do apoio da minha família, amigos e dos fãs brasileiros. Quando fecha a porta do octógono, não tem favorito. São dois atletas muito bem preparados para lutar em alto nível, e aí tudo pode acontecer. O mais bem preparado vai vencer - disse.

Após a vitória, Adriano Martins seguiu no Rio Grande do Sul, onde aproveita dias de folga com a família em Gramado, município localizado na Serra Gaúcha e um dos principais pontos turísticos do estado. Nome do adversário e data para a próxima luta, ele deixa sob responsabilidade da organização e seus empresários, Samir Nadaf e Alex Davis.

- Estou muito feliz por ter batido um cara bem posicionado no ranking, mas quero mais. Nunca tive vida fácil no UFC, só encarei pedreira, e espero mais uma pela frente em breve. Não tenho ninguém na alça de mira, mas quero sempre lutar com os melhores. Pedi isso aos meus empresários e eles passaram para o UFC. Próximo oponente, data, local da luta, isso eu deixo com eles, mas quero lutar novamente ainda no primeiro semestre - completou.