icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2014
20:39

Horas após o Santos divulgar uma nota oficial informando que abriu as portas para Neymar e que seu departamento médico já havia definido qual seria o tratamento para a fratura na vértebra do atacante, José Luiz Runco, médico da CBF, se manifestou e continua descartando qualquer chance de ter o camisa 10 de volta ainda na Copa do Mundo. A possibilidade de ele antecipar o retorno é deixada em aberto pelo próprio atleta. Jogar uma possível final da Copa, daqui a uma semana, porém, é algo rechaçado pela Seleção.

- Em momento algum existiu qualquer opção de tratamento alternativo, porque ele tem uma lesão estável na coluna, que precisa de cicatrização. Se acontecer outro impacto, essa lesão pode se tornar instável, com comprometimentos sérios, para a saúde do Neymar jogador e o Neymar ser humano - disse Runco, em entrevista à TV Globo.

- Em resumo, não vamos criar ilusões na nossa sociedade brasileira, que precisa ganhar da Alemanha. Não existe a menor possibilidade dele jogar a partida final, se chegarmos a ela - completou.

Neymar realmente recebeu profissionais do Santos em sua casa no Guarujá, sábado. O médico Mauricio Zenaide e o fisioterapeuta Rafael Martini foram ao local acompanhados pelo traumatologista Nicola Carneiro, especialista em coluna. O texto divulgado no site do Peixe informa que Martini acompanhará o tratamento na casa do jogador. A nota divulgada pelo estafe de Neymar diz que ele está sob os cuidados de um fisioterapeuta particular, sem citar nomes. Uma possibilidade de colocá-lo em campo numa possível final foi levantada no encontro, o que gerou a reação da CBF. A explicação do atleta é de que não cogitou-se um novo tratamento, mas por outro lado diz que há a chance de volta antes do prazo de acordo com as dores. Runco reagiu.

Veja a nota oficial de Neymar:

"Esclarecemos que a visita dos médicos do Santos FC, realizada ontem (06/07) foi uma visita de cordialidade. O clube santista colocou sua estrutura à disposição do Neymar Jr para seu tratamento e recuperação após o término da Copa do Mundo.

A notícia não procede em razão de Neymar Jr estar sob cuidados do Chefe do Departamento Médico da CBF, José Luiz Runco, até o término da Copa tendo sido ele o avalista da liberação do atleta para continuar o tratamento (repouso absoluto) em casa, junto a família. O acompanhamento diário do tratamento está sendo feito pelo fisioterapeuta particular do atleta.

Qualquer informação diferente desta é pura especulação.

Concluímos reafirmando que o único profissional autorizado a se manifestar sobre o estado, tratamento e recuperação do Neymar Jr tanto pela CBF como pela sua família é o Dr. José Luiz Runco.

Se Neymar Jr vier a ter condições clínicas de disputar uma partida de futebol profissional antes do tempo inicialmente previsto será em função da evolução positiva do seu quadro diante do tratamento possível que está sendo efetuado. Nenhum tratamento alternativo foi colocado em discussão. O retorno dele aos gramados depende da superação das fortes dores que sente."