icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2013
14:19

Nesta segunda-feira, a Comissão Atlética Brasileira (CABMMA) divulgou a lista das suspensões médicas dos lutadores que atuaram no UFC Fight Night Combate: Belfort vs. Henderson, que ocorreu no último sábado, em Goiânia. Maior astro do evento, Vitor Belfort recebeu o afastamento mínimo, já que nocauteou seu oponente com um pouco mais de um minuto de luta.

Rony Jason foi o brasileiro que recebeu a maior suspensão médica após o show de Goiânia. O atleta foi nocauteado por Jermey Stephens, com apenas 40 segundos de luta, e ficará afastado por seis meses. Após o evento, houve rumores de que o atleta teria fraturado a mão ao socar a parede do vestiário, mas Jason desmentiu a história, através do Twitter.

Outro lutador a pegar 180 dias de suspensão, foi Brandon Thatch. Apesar de ter vencido o duelo contra o brasileiro Paulo Thiago, o americano tem uma suspeita de lesões no tornozelo e ombro, e deverá realizar exames para voltar ao octógono.

Confira abaixo a lista completa das suspensões médicas após o UFC de Goiânia:
Vitor Belfort – sete dias sem contato físico e 14 dias sem lutar
Dan Henderson – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Cezar Ferreira – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Daniel Sarafian – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Rafael Cavalcante – sete dias sem contato físico e 14 dias sem lutar
Igor Pokrajac – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Paulo Thiago – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Brandon Thatch – 180 dias sem contato físico até apresentar liberação pelo médico, após realizar ressonância magnética do tornozelo e raio-x do ombro direito
Santiago Ponzinibbio – 21 dias sem contato físico e 30 dias sem lutar
Ryan Laflare – 21 dias sem contato físico e 30 dias sem lutar
Rony Jason – 180 dias sem contato físico
Jeremy Stephens – 14 dias sem contato físico e 21 dias sem lutar
Godofredo Pepey – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Sam Sicília – sete dias sem contato físico e 14 dias sem lutar
Thiago Perpétuo – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Omari Akhmedov – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Thiago Tavares – 14 dias sem contato físico e 21 dias sem lutar
Justin Salas – sete dias sem contato físico e 14 dias sem lutar
Adriano Martins – sete dias sem contato físico e 14 dias sem lutar
Daron Cruickshank – 14 dias sem contato físico e 21 dias sem lutar
José Maria – 30 dias sem contato físico e 45 dias sem lutar
Dustin Ortiz – sete dias sem contato físico e 14 dias sem lutar