icons.title signature.placeholder Russel Dias
25/06/2014
11:04

Mais de um mês depois de pedir a demissão do técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira, o conselheiro e vice-presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Henrique da Fonseca Filho, novamente voltou a falar sobre o assunto, e após uma tentativa de se redimir, rebateu o treinador.

- Não venho aqui fazer campanha para derrubar técnico e errei em ter me colocado naquele momento, mas eu não o conheço, não bati nas costas de ninguém - afirmou Fonseca.

Na ocasião, no dia 20 de maio, o conselheiro teria subido ao palanque durante uma reunião do plenário, para pedir a demissão do treinador.

- Não dá mais para aguentar o Oswaldo de Oliveira - afirmou.

Em resposta, um dia depois, Oswaldo disse que o vice-presidente do Conselho elogiava seu trabalho.

- Essa pessoa que falou isso é uma que dava tapinha nas costas aqui e dizia que o trabalho era maravilhoso.