icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/06/2014
08:32

São dois anos de distância. Mas o objetivo está bem claro aos olhos de Gilberto. O lateral-direito da Seleção Brasileira no Torneio de Toulon, no último mês, já tem a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, como meta na carreira. Mesmo dividido pela ausência no Internacional, o camisa 2 quer demonstrar com a camisa vermelha que tem qualidade.

Chamado por Alexandre Gallo para substituir o machucado Tinga, do Grêmio, na Seleção Brasileira que foi campeão do Torneio de Toulon, Gilberto foi titular em todos os jogos. Ganhou a confiança do treinador e acredita ter feito um bom trabalho.

- O foco do Gallo e da comissão técnica é a Olimpíada. É um ciclo que começou em Toulon, fiquei feliz de participar da convocação. Minha meta é ser titular aqui e poder jogar a Olimpíada no Rio - pontuou Gilberto.

O jogador, por conta da participação com a Seleção, acabou perdendo cinco jogos do Brasileirão. Antes, já havia ficado fora de dois, por lesão e depois por ter contrato com o Botafogo. Ou seja, são apenas dois jogos em nove disputados na competição nacional até o momento. Depois de mostrar para Gallo o que é capaz, quer agora ter novamente sequência no Inter e continuar como titular.

- É difícil, fiquei feliz com a convocação, mas infelizmente deixei de jogar algumas partidas importantes. Foi um pouco ruim, mas só tenho agradecer a Deus por ter sido convocado e fazer um bom torneio lá. Deixei de jogar o Brasileiro, mas ganhei uma experiência. É manter o foco para disputar a vaga e continuar aqui no Inter - destacou o camisa 2 colorado, que ganhou a concorrência de Wellington Silva.

Com 21 anos, Gilberto terá 23, a idade limite, em 2016. O lateral está emprestado ao Internacional até o final do ano e tem contrato até o término de 2015 com o Botafogo.