icons.title signature.placeholder Renato Rodrigues
05/11/2013
09:03

Em meio ao renova contrato ou não com o Corinthians, Tite se abateu muito com um assunto. Uma das grandes decepções do técnico nesta temporada foi o desempenho de Alexandre Pato. O sentimento do comandante alvinegro é ainda mais forte levando-se em conta que foi ele quem pediu e insistiu pela contratação do camisa 7 do Milan (ITA) para 2013.

A relação do treinador com o atacante era antiga. Eles se conhecem desde a infância do jogador, que tinha amigos em comum com Tite. Para ajudar na negociação com o clube italiano, no fim do ano passado, Tite chegou a ligar para o jogador, explicando o que queria dele e como sua comissão técnica iria trabalhar para pôr fim às lesões que o afastavam de campo na Itália.

Desde a chegada de Pato, o técnico fez de tudo para ajudá-lo na readaptação ao futebol brasileiro, já que o jogador saíra do Brasil havia seis anos. A dificuldade do atacante de entender o que Tite pedia e a displicência na cobrança de pênalti contra o Grêmio, que provocou a eliminação do time na Copa do Brasil, fizeram o técnico largar mão de fazê-lo jogar como o clube quer.

No Timão, diretores já admitem negociar Pato em janeiro de 2014, quando a janela de transferência se abrir novamente. Segundo a imprensa inglesa, Arsenal e Tottenham são os principais interessados em sua contratação.