icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
16:19

Nesta quarta-feira, uma triste notícia abalou o mundo do MMA. De acordo com o site do Extreme Fighting Championship África, o lutador Booto Guylain faleceu devido a ferimentos sofridos em sua última luta pela organização, que aconteceu no dia 27 de fevereiro, em Joanesburgo, África do Sul.

No evento da última quinta-feira, Guylain foi derrotado por Keron Davies por nocaute técnico. Logo após a luta, Guylain foi imediatamente levado para o hospital, onde apresentou inchaço e sangramento no cérebro. Ainda de acordo com o site do EFC Africa, o lutador recebeu tratamento "de uma das melhores equipes de neurocirurgiões da África do Sul", mas não resistiu e faleceu nesta quarta, aos 29 anos. Em nota oficial, o presidente da organização, Cairo Howarth, lamentou o ocorrido.

- Nós estamos devastados. Essa é uma grande perda para o esporte e todos que o conheciam. Meus pêsames para sua família neste tempo difícil - comentou Howarth.

O EFC também confirmou que a companhia de seguro de sáude ONEPLAN, que é parceira da organização africana, dará ajuda financeira à família de Guylian. O lutador era casado e tinha um filho.

O duelo contra Davies era apenas a segunda luta de Guylian no MMA, que acumulou duas derrotas. Em sinal de luto ao atleta, todos os lutadores escalados para o EFC 28, que está marcado para o dia 27 de março, vão utilizar uma braçadeira preta.