icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2013
23:11

Eram sete minutos do segundo tempo quando o atacante Emerson Sheik arrancou pelo meio, na entrada da área. Foi derrubado, em um sanduíche de Willians e Fabrício. O volante, que já tinha cartão amarelo, foi expulso depois de uma semana envolto em polêmica. Deixou o campo e culpou a arbitragem pelo prejuízo ao Internacional no empate com o Corinthians por 0 a 0.

- É sempre assim, árbitro fraco, pô. Foi o Fabrício que fez a falta - reclamou o camisa 8 colorado ao ir rumo ao vestiário colorado.

Willians foi protagonista de uma polêmica durante a semana. Ao deixar o campo ao final do empate com o Coritiba, no Centenário, criticou a postura de Clemer, que fez apenas uma substituição. Acabou tendo que ir para entrevista coletiva durante a semana e pedir desculpas públicas. Depois, treinou um dia entre os reservas, até voltar a trabalhar como titular. Clemer argumentou que não podia punir o time e deixá-lo de fora. Acabou que o volante foi expulso no início do segundo tempo.

A entrevista de Willians ao final do jogo deu ao Inter a chance de colocar em prática uma "lei do silêncio". Os jogadores foram orientados a não dar entrevistas na chegada ao estádio Pacaembu, na entrada em campo e nas saídas após o primeiro e o segundo tempo.

Em noite de homenagens, Corinthians e Internacional empatam