icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
28/11/2013
18:09

Após seis anos vestindo a camisa do Corinthians, o lateral-direito Alessandro confirmou nesta quinta-feira que vai pendurar as chuteiras ao término do Campeonato Brasileiro. Perto de completar 34 anos, o capitão alvinegro avisou que os jogos contra Internacional, no Pacaembu, e Náutico, na Arena Pernambuco, serão os seus últimos como jogador profissional.

- Nessas últimas semanas fui bastante perguntado. Pela primeira vez, falo oficialmente sobre a situação. Tenho mais dois jogos como atleta profissional, de uma certa forma sábado vai ser uma despedida minha diante do torcedor (no Pacaembu), estou encerrando a carreira de atleta profissional. Não encerro o ciclo no Corinthians, mas o ciclo de atleta. não sei o que vai acontecer depois de 8 de dezembro, estou conversando com a diretoria, vamos ver o seguimento do Alessandro no clube. Gostaria de permanecer, ajudar, retribuir esses últimos anos, tudo o que o Corinhians me proporciou. Só tenho carinho e admiração - declarou o veterano jogador, em entrevista no CT Joaquim Grava.

Alessandro, natural de Assis Chateaubriand, pequena cidade no Paraná, iniciou a correira no Flamengo. Além do Corinthians, ele também defendeu as cores de outros cinco clubes: Palmeiras, Dínamo de Kiev (UCR), Cruzeiro, Grêmio e Santos. Mas foi no Timão que ele se consagrou e tornou-se ídolo da torcida.

- Tenho só a agradecer, ao longo desses quase 20 anos, uma hora chega para todos, está chegando para mim. Não é fácil, mas tenho uma longa vida pela frente. Não é fácil tomar essa decisão, escutei muito o Tite, é um cara que me ajudou muito, ele, Fábio (Mahseredjian, preparador físico), Edu (Gaspar, gerente), Duílio (diretor-adjunto), para que eu pudesse tomar uma decisão do meu futuro - afirmou.

- Me sinto privilegiado de estar encerrando a carreira em um grande clube, depois de grandes conquistas, de conseguir jogar não em grande nível, mas de conseguir correr e ajudar - complementou.

Pelo Corinthians, Alessandro conquistou oito títulos: Série B de 2008, Paulistão de 2009, Copa do Brasil de 2009, Brasileirão de 2010, Libertadores de 2012, Mundial de Clubes de 2012, Paulistão de 2013 e Recopa Sul-Americana de 2013. Ao todo, foram 254 jogos e quatro gols marcados no clube.