icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/12/2013
17:58

Após a saída do técnico Pintado, a diretoria do Botafogo não quer que jogadores que não sejam do gosto da nova comissão técnica permaneçam no clube. O meia Rogério, integrado ao elenco desde o dia 19 de novembro, e o lateral-esquerdo Wanderson, que nem chegou a treinar, foram dispensados na tarde de ontem e não vão disputar o Paulistão.

Para o diretor Ary Engracia Garcia, o objetivo é formar uma equipe apenas com atletas da confiança de Wagner Lopes, atual treinador do Pantera.

- Como eram preferências do treinador anterior, achamos por bem deixá-los a vontade para buscar possibilidades em novos ares. Nossa ideia é ter peças que briguem por posições com Lopes e nenhum dos dois estava se encaixando neste perfil - disse.

Mesmo com a quebra de contrato, os dois jogadores não irão receber qualquer valor em dinheiro.

- Por serem contratações indicadas por técnico, e não diretoria, estabelecemos uma cláusula em suas documentações que isenta o clube de onerar seus cofres pela eventual saída - explicou.

O Botafogo estreia no Paulistão contra o São Bernardo, dia 19 de janeiro, às 17h, no Primeiro de Maio.