icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
11/04/2014
17:51

O presidente do Botafogo, Mauricio Assumpção, concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira, no campo anexo do Engenhão, durante o treinamento da equipe alvinegra. O mandatário admitiu que errou e evitou culpar o ex-treinador da equipe principal, Eduardo Hungaro, que voltou a ser auxiliar técnico.

- Eu sou o presidente do clube, então, o erro é meu. Não posso dizer que só o Hungaro errou. Erramos. Várias pessoas erraram nessa história. As decisões têm que passar por mim. Se tem um erro, é meu, tenho que assumir. Várias questões foram colocadas na mesa nesta sexta-feira para tomarmos essa decisão (destituição de Hungaro). Erraram diretoria, treinador, jogadores... Essa responsabilidade é dividida, mas quem tem que assumir o erro sou eu. Neste momento, eu tenho que assumir esta responsabilidade - analisou o presidente, que evitou falar quais foram tais erros que resultaram na eliminação do clube na Libertadores.

- São erros que temos que discutir internamente. Analisar com calma, entender que existe solução, uma volta por cima. Foi um somatório de situações que vieram acontecendo que não são de única responsabilidade do treinador, que levaram a essa situação - comentou.

Perguntado sobre o perfil do futuro treinador, Mauricio disse que procura por um técnico vitorioso.

- Procuramos um treinador que seja vitorioso. Precisamos de alguém que venha para vencer - disse Mauricio, que deu um curto prazo para resolver a situação:

- Temos ainda um tempo para resolver essa questão em definitivo, porque temos ainda dez dias para o começo do Campeonato Brasileiro, mas obviamente não podemos esperar estes dez dias para escolher o treinador. Então esperamos que neste fim de semana, segunda ou terça no máximo, já tenhamos um nome para ser apresentado a vocês (imprensa).

Botafoguenses protestam com direito a ovada na sede