icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/06/2014
11:10

A campanha de Gana nesta Copa do Mundo ficou marcada mais pelos problemas internos do que pelo futebol dentro de campo. Com divergências na premiação pela participação e suspensão de dois jogadores no dia do jogo de Portugal, os ganeses deixaram o Mundial na primeira fase após terem avançado às oitavas de final em 2006 e às quartas em 2010. Todavia, o atacante e capitão Asamoah Gyan não relaciona as brigas com a eliminação precoce.

- Tenho que fazer meu trabalho como capitão, dentro e fora de campo. Passamos por momentos difíceis nesta Copa do Mundo, fizemos muitas reuniões, houve algumas divergências. Mas isso não pode servir como desculpa para a elminação. Agora é pensar adiante - disse o camisa 3.

Gana encerrou a participação nesta Copa do Mundo como a última colocada do Grupo G, com apenas um ponto em três jogos disputados (um empate e duas derrotas). Os africanos ficaram atrás de Alemanha (7 pts), Estados Unidos (4 pts) e Portugal (4 pts).

Gana se despede da Copa do Mundo com derrota para portugueses