icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira, Eduardo Mendes, Igor Siqueira e Leo Burlá
14/07/2014
11:09

O presidente da CBF e do Comitê Organizador Local da Copa, José Maria Marin, era para estar na coletiva de balanço do Mundial, na manhã desta segunda-feira, no Maracanã, mas não apareceu.

Marin foi anunciado pela Fifa nos anúncios do evento, mas não deu as caras, justamente na manhã seguinte à notícia de que Luiz Felipe Scolari não vai continuar como técnico da Seleção Brasileira.

Não por acaso o presidente da Fifa, Joseph Blatter, nem se lembrou de citar Marin nos agradecimentos iniciais da coletiva.

- Queremos agradecer ao presidente do COL, o organizador, Bacca (Ricardo Trade) - disse Blatter.

O próprio Trade, que é CEO do Comitê, deu a explicação após a fala do presidente da Fifa sobre a ausência de Marin.

- Estou representando o presidente Marin, que está em São Paulo - afirmou.

Marin estava no Rio. Ele assistiu, acompanhado do vice-presidente e seu futuro sucessor, Marco Polo Del Nero, à final entre Alemanha e Argentina, no Maracanã.

Sem Marin e além de Blatter e Ricardo Trade, a coletiva de balanço do Mundial tem a participação do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o secretário-executivo da pasta, Luis Fernandes.