icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
11/07/2013
18:24

Fernandinho deve ficar no Palmeiras. Nesta quinta-feira, Paulo Nobre, presidente do clube, e Cidão, dirigente do Oeste e representante do jogador, se reuniram e encaminharam a renovação do vínculo com o Verdão, que se encerraria no dia 31 de julho. "Quase sacramentado", o novo acerto será também por empréstimo, este até o final do ano, com opção de compra do Alviverde.

- Está quase sacramentado. Tivemos uma reunião com o presidente (Paulo Nobre), já falei também com o Fernandinho, e faltam pequenos detalhes apenas. Mas ele vai ficar. Amanhã (sexta) devo resolver o que falta com o Nobre por telefone mesmo, não é nenhum grande entrave - explicou Cidão, ao LANCE!Net.

Antes, porém, havia um entrave na negociação. Cidão queria vender 50% dos direitos econômicos do jogador e estabelecer mais cinco anos de vínculo definitivo – estas condições foram estabelecidas no ano passado, quando Fernandinho foi contratado. O Palmeiras, no entanto, tentava mantê-lo inicialmente só até o final do ano.

Contratado em 2012, Fernandinho chegou para a lateral esquerda, mas começou a se destacar como meia (posição em que ele agora busca uma vaga no elenco), quando sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Perdeu boa parte daquela temporada e voltou apenas em junho, já em meio à indefinição sobre o seu futuro.

Nesta quinta-feira, o jogador foi relacionado pelo técnico Gilson Kleina e ficará como opção para a partida desta sexta-feira, contra o ABC, na volta ao Pacaembu. Até agora, o camisa 16 atuou em 15 jogos e marcou apenas uma vez com a camisa alviverde.

Fernandinho deve ficar no Palmeiras. Nesta quinta-feira, Paulo Nobre, presidente do clube, e Cidão, dirigente do Oeste e representante do jogador, se reuniram e encaminharam a renovação do vínculo com o Verdão, que se encerraria no dia 31 de julho. "Quase sacramentado", o novo acerto será também por empréstimo, este até o final do ano, com opção de compra do Alviverde.

- Está quase sacramentado. Tivemos uma reunião com o presidente (Paulo Nobre), já falei também com o Fernandinho, e faltam pequenos detalhes apenas. Mas ele vai ficar. Amanhã (sexta) devo resolver o que falta com o Nobre por telefone mesmo, não é nenhum grande entrave - explicou Cidão, ao LANCE!Net.

Antes, porém, havia um entrave na negociação. Cidão queria vender 50% dos direitos econômicos do jogador e estabelecer mais cinco anos de vínculo definitivo – estas condições foram estabelecidas no ano passado, quando Fernandinho foi contratado. O Palmeiras, no entanto, tentava mantê-lo inicialmente só até o final do ano.

Contratado em 2012, Fernandinho chegou para a lateral esquerda, mas começou a se destacar como meia (posição em que ele agora busca uma vaga no elenco), quando sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Perdeu boa parte daquela temporada e voltou apenas em junho, já em meio à indefinição sobre o seu futuro.

Nesta quinta-feira, o jogador foi relacionado pelo técnico Gilson Kleina e ficará como opção para a partida desta sexta-feira, contra o ABC, na volta ao Pacaembu. Até agora, o camisa 16 atuou em 15 jogos e marcou apenas uma vez com a camisa alviverde.