icons.title signature.placeholder Murilo Dias
22/06/2014
08:05

O bom Palmeiras à Atibaia torna. O Verdão retornará nesta segunda-feira para a cidade de Atibaia, no interior de São Paulo, depois de quatro anos de separação. A viagem servirá para o técnico Ricardo Gareca iniciar de vez o trabalho com o elenco palestrino e moldar o time a seu gosto.

O Alviverde conhece o Hotel Bourbon, onde ficará hospedado, desde os tempos de Vanderley Luxemburgo, em 2008. O ex-técnico do Verdão costumava realizar a pré-temporada do time na cidade. À época, Luxa e Palmeiras usarem bem a estadia no interior e conquistaram o Campeonato Paulista de 2008.

No ano seguinte, porém, Atibaia não trouxe sorte ao Verdão. Com o mesmo técnico, a pré-temporada não rendeu o esperado e o time não apresentou bom futebol, o que acabou culminando na demissão de Luxemburgo. O interino Jorginho assumiu o time e apresentou bom rendimento, alcançando a liderança do Brasileirão de 2009. Porém, quando Muricy foi contratado, o trem alviverde descarrilhou e o time perdeu o rumo.

Perdido e procurando paz, a diretoria do Palmeiras resolveu levar o time novamente para Atibaia, porém por apenas um final de semana. Nova falha, e o Palmeiras perdeu o título que estava em suas mãos, deixando escapar, também, a vaga para a Libertadores do ano seguinte. O clube insistiu e manteve a cidade para a pré-temporada de 2010.

Se a instituição Palmeiras conhece bem Atibaia, a situação se altera quando pensamos no elenco. Apenas os goleiros Bruno e Deola estavam nos elencos do Verdão que realizaram trabalhos na cidade, o que mostra que os times de 2008, 2009 e 2010 foram completamente dissipados.

Se outrora Atibaia trouxe sorte ao Palmeiras, o azar também veio na mala. Cabe ao argentino Ricardo Gareca esquecer o passado e planejar o segundo semestre de 2014, para tentar levar o Verdão ao menos a disputa de um título no ano de seu centenário.