icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/04/2014
09:00

Nos dois clássicos que Flamengo e Vasco disputaram em 2014 o assunto no “pós-jogo” foi o mesmo: arbitragem. Em vez de debater a tática ou a atuação de cada uma das equipes, o que houve foram críticas aos juízes e assistentes. Amanhã, na finalíssima do Estadual, os times se reencontram. Desta vez, porém, há uma confiança geral em Marcelo de Lima Henrique, árbitro selecionado para comandar a grande decisão.

A confiança mostra que os comentários da esposa do árbitro, Sandra Henrique, no início da semana, não afetaram nenhum dos times. Pelo Facebook, ela disse que o vice do Cruz-Maltino neste Carioca “já era certo”, muito embora ela mesma seja vascaína.

Nos dois clássicos disputados em 2014, as reclamações foram quase todas por parte dos vascaínos. Ainda pela Taça Guanabara, diversas críticas ao assistente Rodrigo Castanheira, que não viu a bola ultrapassar o limite do gol após uma falta cobrada por Douglas. No domingo passado, queriam que o lateral-direito Léo fosse expulso. Agora, na véspera da finalíssima, elogiam Marcelo de Lima Henrique.

– Considero o Marcelo um bom árbitro e tenho respeito por ele. Recentemente, fez grande arbitragem contra o Fluminense. É um árbitro seguro – disse Adilson Batista

No lado rubro-negro, o técnico Jayme de Almeida evita falar sobre o assunto e foca nos diversos problemas que a equipe tem para a final.

– Temos de nos preocupar como vamos jogar e não com a arbitragem. Temos problemas demais para ficar pensando no árbitro – comentou.

Que a confiança no árbitro seja correspondida dentro de campo. Afinal de contas, o foco em uma decisão deve ser a bola, e não o apito.

Adilson exalta importância de conquistar o Carioca