icons.title signature.placeholder Alexandre Araújo
22/06/2014
08:00

No dia 19 de abril, o Vasco fazia a primeira partida na Série B do Brasileiro. Com a camisa cruz-maltina, um time com moral baixo após a perda do título do Carioca e desmantelado devido às inúmeras lesões de jogadores importantes, como Rodrigo, Guiñazú, Pedro Ken e Edmilson. Hoje, com o campeonato parado, quase três meses depois, o Vasco pode, enfim, “estrear”. Este, ao menos, é o sentimento do elenco cruz-maltino.

Com todos recuperados, tempo para se preparar e necessitando de novas vitórias para engatar na Segunda Divisão, o grupo vê o momento como divisor de águas.
Rodrigo, um dos líderes da equipe, faz questão de avisar: “Agora começa o campeonato para nós”.

O camisa 4 lembra alguns pontos que prejudicaram o time vascaíno neste início de caminhada na Série B, como a impossibilidade de atuar em São Januário e ter o apoio da torcida ao mesmo tempo.

Experiente, o zagueiro de 33 anos lembra que já jogou a Segunda Divisão do Brasileiro (quando defendeu o Vitória, em 2012) e sabe as dificuldades da competição.

– Tiveram muitas coisinhas que influenciaram: jogar sem torcida, o mando de campo, jogadores que se lesionaram no final do Carioca. Eu, que joguei a Série B, pelo Vitória,  sei que é difícil, totalmente diferente da Séria A. Por mais que se tenha jogadores de Série A, a correria é muito grande. Juntando tudo isso, pesou –  disse o defensor, que, confiante, ainda completou:

– Agora, com todo mundo inteiro, volta dos jogos em casa... Agora, começa o campeonato.

Passaram-se dez rodadas, para o Vasco, apenas nove, já que o jogo com o Náutico ainda não foi realizado. E, pelo visto, para o elenco era preferível que não tivesse tido partida alguma. Mas, assim como uma criança que está perdendo a brincadeira e avisa “agora vou jogar sério”, o grupo quer fazer com que as próximas atuações sejam condizentes com o que a camisa representa no cenário nacional.

A 10 colocação está longe de representar o que diretoria, torcida e o próprio elenco esperavam. Que o campeonato comece agora.