icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2014
14:51

Embora a Polícia Militar tenha recomendado em reunião na manhã desta sexta-feira de que a Mancha Alviverde fosse de ônibus para a Arena Corinthians, no domingo, a torcida organizada do Palmeiras informou que fará o trajeto de metrô. De acordo com a entidade, o curto prazo para conseguir fretar os veículos fez com que não fosse possível escolher este meio de transporte, única forma em que a PM assegurava escolta.

No texto publicado em sua página no Facebook, a uniformizada ressalta que "seriam necessários mais de 30 ônibus, e a alegação das empresas que fazem o fretamento é de que não conseguem em tempo hábil esta quantidade, muito menos motoristas para prestar este serviço".

Ainda na rede social, a Mancha explica que tentou chegar a uma solução durante a reunião no 2º Batalhão de Choque, nesta manhã, quando pediram escolta até o estádio, utilizando o transporte público. A PM e o metrô, contudo, disseram no encontro que é inviável fazer o deslocamento dos torcedores do Verdão de trem, pois tanto a estação Corinthians-Itaquera quanto a estação Arthur Alvim só possuem uma plataforma de desembarque. Além disto, o encontro entre corintianos e palmeirenses seria inevitável no trajeto até o estádio.

O acerto feito no Batalhão, de a torcida palmeirense ir de ônibus, e a corintiana por transporte público, não tinha agradado aos visitantes. Depois do encontro, pessoas ligadas à Mancha já pensavam em usar trem ou metrô, diante do alto custo para realizar o fretamento de ônibus. A expectativa é de que 37 mil pessoas estejam na Arena, em Itaquera, domingo, às 16h. Cerca de 25.500 entradas já foram vendidas de forma antecipada, sendo que 2 mil foram para o Palmeiras.

CONFIRA O COMUNICADO DA MANCHA ALVIVERDE NA ÍNTEGRA:

"Informamos a todos os nossos associados e palmeirenses em geral que para o jogo de domingo NÃO conseguimos com as empresas que fazem fretamento o aluguel dos ônibus, pois seriam necessários mais de 30 ônibus. A alegação é que não conseguem em tempo hábil essa quantidade, muito menos os motoristas que prestariam esse serviço.

Tentamos em todo o momento na reunião de hoje (sexta) cedo no 2º Batalhão de Choque chegar a uma solução para o fato, e também conforme ofício protocolado pedimos a escolta até o estádio, onde foi negado. Mantemos bom relacionamento com o 2º Batalhão de Choque e acatamos as decisões do mesmo.

Queremos deixar bem claro que o único motivo de não irmos de ônibus é de não conseguirmos alugar a quantidade necessária para atender a todos, desta forma iremos de metrô.

Em instantes, informaremos horário e local.

Torcida Mancha Alvi Verde"