icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
22/02/2015
18:18

O Atlético-MG deixou o estádio Independência, neste domingo, com um revés para o América-MG por 2 a 1. Mas nem tudo foi motivo para tristeza para o Galo. Autor do único gol alvinegro no confronto, André ficou bastante satisfeito com o fim do jejum. O centroavante não balançava as redes adversárias desde junho do ano passado, quando o time excursionou pela China.

O período de oito meses sem anotar um tento correspondeu a 14 partidas disputadas por ele. Vale ressaltar que, em novembro, ele foi afastado por comissão técnica e diretoria por conta do comportamento durante uma viagem a Curitiba.

No fim do confronto deste domingo, ele celebrou o fato de voltar a marcar, mas demonstrou tristeza pelo resultado negativo.

- Senti um pouco no final a falta de ritmo que só jogando você tem, essa confiança. Eu pude ser feliz, fazer um gol no pênalti. Fico feliz por termos perdido o jogo, mas feliz por jogar e voltar a marcar - afirmou.

No triunfo do Atlético sobre o Guangzhou Evergrande, da China, por 4 a 3, disputado no dia 28 de junho de 2014, o atacante assinalou o primeiro tento da equipe brasileira no estádio Guangxi, em Nanning City.

A satisfação não foi o único sentimento sentido por André no confronto desta semana. Ele ainda demonstrou alívio por balançar a rede, mas não esconde que o revés lhe deixa triste, sobretudo pela ausência de ‘malandragem’ do time comandado por Levir Culpi.

- A gente tem que fazer gol sempre. A gente fica triste pelo resultado negativo, mas o América jogou bem e se impôs. Deixamos a desejar na malandragem de tocar a bola e esfriar o jogo. Acho que isso é porque não estamos acostumados a jogar juntos, mas acontece - concluiu.