icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/08/2015
07:02

Empolgado pelo fim do jejum de bolas nas redes, que já durava 53 dias, o atacante Vagner Love desabafou após a partida contra o Cruzeiro, na Arena Corinthians. Autor de dois gols na vitória por 3 a 0, ele deixou o campo emocionado e chegou a chorar. No entanto, depois de tomar banho, falar com o técnico Tite e seus companheiros, ele aproveitou a passagem na zona mista do estádio para desabafar e até alfinetar seus críticos.

O jogador de 31 anos citou seu passado de sucesso e pediu respeito. Além disso, projetou mais gols pelo Timão.

- Tenho minha bagagem e meu currículo, por onde passei fiz gols e ganhei títulos. Quero ganhar aqui também. Sei que muitos zagueiros ainda me respeitam, e vou procurar aumentar ainda mais esse respeito. Não só os zagueiros, mas alguns colegas de vocês (jornalistas) têm de me respeitar. Eu tenho uma história, não caí de paraquedas no futebol. A cada dia vou mostrar mais isso - afirmou.

O centroavante, contudo, diz que não se importava com os comentários negativos a seus respeito, mas admitiu que ouviu muitas críticas e até "coisas absurdas". Porém, ele não quis "dedicar" os gols àqueles que o detonavam.

- Não tenho de responder a ninguém, sempre vou receber críticas. A resposta era para mim mesmo. Às vezes você corre atrás e as coisas não acontecem. Sempre tive a cabeça no lugar, porque sabia que se eu continuasse trabalhando as coisas iriam acontecer - afirmou.

Contratado em janeiro, Vagner Love tem sete gols em 32 jogos pelo Corinthians.

Empolgado pelo fim do jejum de bolas nas redes, que já durava 53 dias, o atacante Vagner Love desabafou após a partida contra o Cruzeiro, na Arena Corinthians. Autor de dois gols na vitória por 3 a 0, ele deixou o campo emocionado e chegou a chorar. No entanto, depois de tomar banho, falar com o técnico Tite e seus companheiros, ele aproveitou a passagem na zona mista do estádio para desabafar e até alfinetar seus críticos.

O jogador de 31 anos citou seu passado de sucesso e pediu respeito. Além disso, projetou mais gols pelo Timão.

- Tenho minha bagagem e meu currículo, por onde passei fiz gols e ganhei títulos. Quero ganhar aqui também. Sei que muitos zagueiros ainda me respeitam, e vou procurar aumentar ainda mais esse respeito. Não só os zagueiros, mas alguns colegas de vocês (jornalistas) têm de me respeitar. Eu tenho uma história, não caí de paraquedas no futebol. A cada dia vou mostrar mais isso - afirmou.

O centroavante, contudo, diz que não se importava com os comentários negativos a seus respeito, mas admitiu que ouviu muitas críticas e até "coisas absurdas". Porém, ele não quis "dedicar" os gols àqueles que o detonavam.

- Não tenho de responder a ninguém, sempre vou receber críticas. A resposta era para mim mesmo. Às vezes você corre atrás e as coisas não acontecem. Sempre tive a cabeça no lugar, porque sabia que se eu continuasse trabalhando as coisas iriam acontecer - afirmou.

Contratado em janeiro, Vagner Love tem sete gols em 32 jogos pelo Corinthians.