icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/06/2014
15:21

A goleada por 5 a 1 sofrida para a Holanda foi um duro golpe dentro do vestiário da Espanha. Prova disso é que o treinador da Fúria, Vicente del Bosque, não rechaçou fazer mudanças no time titular. Em coletiva concedida na manhã deste sábado ele garantiu que vai analisar com calma e pensar se vale à pena uma alteração.

- Pode haver algumas mudanças, mas vamos pensar. Nós não queremos tomar decisões precipitadas. Se houver mudança não é para apontar o erro de alguém. Este é um torneio curto e irei procurar a melhor solução - afirmou o treinador, afirmando que a Espanha ficou mimada com as vitórias nos últimos meses:

- Acho que nós fomos mimados com o tempo. Já notamos que algo pode quebrar nossos planos, mas não é fácil de se organizar depois de que tudo dá errado. Nos acostumamos a tudo dar certo, temos que mudar isso.

Apesar do péssimo desempenho em campo, um dos jogadores mais elogiados por Del Bosque foi o goleiro Casillas. Del Bosque revelou a postura do arqueiro no vestiário e disse que por ser um jogador experiente ele utiliza a braçaceira de capitão da Espanha:

- Não à toa ele usa a braçadeira de capitão. Tem compromisso com todo mundo. Quando cheguei para o vestiário ele já estava falando com todos sobre o jogo. Ele se culpou por algumas coisas, mas lançou dentro de uma lógica de reabilitação. Foi um discurso agradável, útl e extremamente positivo.