icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
07:33

A expulsão no primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro, diante do Atlético-MG, pode ter feito de Bruno Rodrigo o ‘grande vilão’ do Cruzeiro naquele torneio. O zagueiro, porém, pretende alterar este rótulo e ajudar a sua equipe a sair com os três pontos na partida de domingo, às 16h, contra o arquirrival, pela nona rodada do Brasileirão.

– Infelizmente, no Mineiro a gente perdeu o titulo, um jogo no Independência, mas a equipe tem mantido a regularidade o ano todo. Foram apenas duas derrotas na temporada, mas independente do adversário, o Cruzeiro tem que entrar em campo em busca da vitória – disse.

E MAIS:
> Luan é poupado de treino do Cruzeiro na véspera de clássico com o Atlético
> Com Willian relacionado, técnico do Cruzeiro leva 23 atletas para o clássico
> Leia mais sobre o Cruzeiro

O erro cometido na final tornou-se passado para o zagueiro. A torcida também pouco se recorda. Os números em campo explicam por que ele sequer chegou a receber as críticas e tornou-se, na verdade, um xodó dos cruzeirenses. Com dois gols no Brasileiro, ele é o vice-artilheiro da equipe, atrás somente de Luan.

– A entrega do grupo vem sendo a receita do sucesso até aqui. Todos estão correndo um pelo outro. Não dependermos de um jogada, mas sim de todo grupo e isso vem fazendo a diferença – declarou o defensor, dividindo a responsabilidade da boa fase com os companheiros.

A expulsão no primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro, diante do Atlético-MG, pode ter feito de Bruno Rodrigo o ‘grande vilão’ do Cruzeiro naquele torneio. O zagueiro, porém, pretende alterar este rótulo e ajudar a sua equipe a sair com os três pontos na partida de domingo, às 16h, contra o arquirrival, pela nona rodada do Brasileirão.

– Infelizmente, no Mineiro a gente perdeu o titulo, um jogo no Independência, mas a equipe tem mantido a regularidade o ano todo. Foram apenas duas derrotas na temporada, mas independente do adversário, o Cruzeiro tem que entrar em campo em busca da vitória – disse.

E MAIS:
> Luan é poupado de treino do Cruzeiro na véspera de clássico com o Atlético
> Com Willian relacionado, técnico do Cruzeiro leva 23 atletas para o clássico
> Leia mais sobre o Cruzeiro

O erro cometido na final tornou-se passado para o zagueiro. A torcida também pouco se recorda. Os números em campo explicam por que ele sequer chegou a receber as críticas e tornou-se, na verdade, um xodó dos cruzeirenses. Com dois gols no Brasileiro, ele é o vice-artilheiro da equipe, atrás somente de Luan.

– A entrega do grupo vem sendo a receita do sucesso até aqui. Todos estão correndo um pelo outro. Não dependermos de um jogada, mas sim de todo grupo e isso vem fazendo a diferença – declarou o defensor, dividindo a responsabilidade da boa fase com os companheiros.