icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2013
19:49

Paulo Autuori começou sua segunda passagem pelo São Paulo com derrota, no Barradão, para o Vitória (a quinta seguida da equipe em 2013). Com pouco tempo de trabalho até o jogo da volta pela Recopa Sul-americana, quarta, diante do Corinthians no Pacaembu, o técnico avisou: tentará fazer seu time ser competitivo em curto prazo.

- Neste trabalho a curto prazo temos que enfatizar bem. Em um curto espaço de tempo é minha responsabilidade, vamos fazer esta equipe ser competitiva. Tem que ser mais rápida na circulação da bola e na recomposição. Tenho certeza que em um curto espaço de tempo vamos ser mais competitivos - analisou o comandante.

Depois de abrir o placar com Aloísio logo aos nove minutos de jogo, o São Paulo levou a virada ainda no primeiro tempo, buscou o empate com Rogério Ceni, mas Maxi Biancucchi, na etapa final, decretou a vitória rubro-negra. Segundo Autuori, houve um relaxamento na marcação tricolor.

- A vida não é fácil, não são flores. Pensamos que o jogo ia ficar fácil. Estávamos com o jogo completamente dominado e afrouxamos. Não podemos, se quisermos ser competitivos, como a equipe do São Paulo se habitou a ser nos últimos anos - acrescentou.

Com oito pontos em oito jogos, o Tricolor está na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro e tem apenas 33,3% de aproveitamento na competição - o mesmo da Portuguesa, com uma partida a menos e uma das equipes ameaçados pelo rebaixamento. Apesar do momento ruim na competição, além do restrospecto (oito partidas sem triunfo), Autuori tenta colocar o foco no confronto com o Timão, que pode dar um título ao clube do Morumbi. Na ida, o Alvinegro venceu por 2 a 1.

- Foco agora é na quarta-feira. Não temos tempo para respirar. Esta análise já está sendo feita. São três jogos, com o da quarta, depois Campeonato Brasileiro. Sim, a equipe tem que ter mais equilíbrio, ofensivo e defensivo. É equilibrio emocional. Isto é trabalho, é minha responsabilidade. Temos que rentabilizar o pouco tempo que vamos ter - completou.

Paulo Autuori começou sua segunda passagem pelo São Paulo com derrota, no Barradão, para o Vitória (a quinta seguida da equipe em 2013). Com pouco tempo de trabalho até o jogo da volta pela Recopa Sul-americana, quarta, diante do Corinthians no Pacaembu, o técnico avisou: tentará fazer seu time ser competitivo em curto prazo.

- Neste trabalho a curto prazo temos que enfatizar bem. Em um curto espaço de tempo é minha responsabilidade, vamos fazer esta equipe ser competitiva. Tem que ser mais rápida na circulação da bola e na recomposição. Tenho certeza que em um curto espaço de tempo vamos ser mais competitivos - analisou o comandante.

Depois de abrir o placar com Aloísio logo aos nove minutos de jogo, o São Paulo levou a virada ainda no primeiro tempo, buscou o empate com Rogério Ceni, mas Maxi Biancucchi, na etapa final, decretou a vitória rubro-negra. Segundo Autuori, houve um relaxamento na marcação tricolor.

- A vida não é fácil, não são flores. Pensamos que o jogo ia ficar fácil. Estávamos com o jogo completamente dominado e afrouxamos. Não podemos, se quisermos ser competitivos, como a equipe do São Paulo se habitou a ser nos últimos anos - acrescentou.

Com oito pontos em oito jogos, o Tricolor está na 12ª colocação do Campeonato Brasileiro e tem apenas 33,3% de aproveitamento na competição - o mesmo da Portuguesa, com uma partida a menos e uma das equipes ameaçados pelo rebaixamento. Apesar do momento ruim na competição, além do restrospecto (oito partidas sem triunfo), Autuori tenta colocar o foco no confronto com o Timão, que pode dar um título ao clube do Morumbi. Na ida, o Alvinegro venceu por 2 a 1.

- Foco agora é na quarta-feira. Não temos tempo para respirar. Esta análise já está sendo feita. São três jogos, com o da quarta, depois Campeonato Brasileiro. Sim, a equipe tem que ter mais equilíbrio, ofensivo e defensivo. É equilibrio emocional. Isto é trabalho, é minha responsabilidade. Temos que rentabilizar o pouco tempo que vamos ter - completou.