icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/03/2014
02:00

O Flamengo empatou por 2 a 2 com o Bolívar, na noite desta quarta-feira, no Maracanã, pela terceira rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores. O resultado não foi tão agradável dentro de casa, por conta do clube agora precisar somar pontos fora para conseguir avançar na competição. O técnico Jayme de Almeida reconheceu que o resultado não foi o esperado, mas garantiu que a estratégia rubro-negra na competição não sofrerá alteração por acreditar possível vencer na casa do adversário.

- Realmente bobeamos. Precisamos levantar a cabeça, não posso criticar este grupo. Não tem nada perdido, está tudo embolado, podemos vencer o Bolívar lá. Nesta quarta-feira tivemos um resultado que não esperávamos. O gol de empate deles nos deixou abalados. Mas isso não faz a estratégia mudar. Não podemos jogar no Flamengo com o medo de adversário. Eu não tenho medo de fantasma. Vamos tentar vencer os jogos fora. Não tem desespero, essa de acabou. Temos condições. Jogando em casa eles são fortes, mas vamos brigar pelo resultado fora - afirmou o treinador em entrevista coletiva após a partida desta quarta-feira.

Para a sequência do trabalho dos jogadores, Jayme de Almeida precisará do auxílio do departamento médico. De acordo com os médicos do Flamengo, o volante paraguaio Cáceres teve uma luxação do ombro direito e é dúvida para a partida da próxima quarta-feira, contra o próprio Bolívar, só que na casa do adversário. Já o meia Elano e o lateral-direito Léo tiveram dores na coxa direita e serão reavaliados na reapresentação do elenco, na tarde desta quinta-feira, no Ninho do Urubu.

Tropeço! Flamengo comete erros e apenas empata com Bolívar