icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/06/2014
07:30

Foram 12 dias de preparação, com duas vitórias nos amistosos contra Panamá (4 a 0) e Sérvia (1 a 0). A Seleção Brasileira terá apenas mais quatro dias (o grupo folga neste sábado e se reapresenta neste domingo) de treinamento antes da estreia na Copa do Mundo, na quinta, contra a Croácia, na Arena Corinthians, e Luiz Felipe Scolari já planeja como vai trabalhar.

Entre os ajustes finais previstos pelo treinador estão a melhora da marcação pressão do ataque, que está também ligada ao preparo físico, além do melhor aproveitamento ofensivo nas jogadas de bola parada. Com atletas de bom rendimento na área adversária, casos de David Luiz, Thiago Silva, Paulinho e Fred, Felipão acha que o time está devendo neste quesito.

- Vamos seguir o trabalho normal.Taticamente podemos equilibrar alguma coisa. Temos de melhorar bastante a bola parada. Desperdiçamos jogadas ainda de bola parada. Não estamos conseguindo fazer o nosso gol. Isso que nós vamos trabalhar nessa semana com mais enfoque - comentou Scolari.

O treinador vê o planejamento físico já cumprido na preparação. Na previsão dele, o time vai entrar perto do ideal contra a Croácia. As principais atividades físicas já foram feitas nos 12 dias de treinos.

- Eles (jogadores) fizeram um razoável primeiro tempo, mas no segundo tempo melhorou essa marcação pressão, com entrada de outros jogadores. Não é fácil fazer essa marcação nos 90 minutos. Eu acho que para o jogo contra a Croácia vamos estar em melhores condições físicas, já melhoramos 10%, 15% em relação ao amistoso anterior. Vamos estar quase no ideal contra a Croácia e aí dá para fazer (a marcação) - comentou.

A marcação pressão foi marca registrada do time na campanha da Copa das Confederações do ano passado, mas Felipão ainda não conseguiu fazer o time retomar a pegada. Ele tem cobrado o trabalho nos treinos, assim como uma saída de bola melhor. Nos últimos quase sete meses, o Brasil jogou apenas três vezes: em março, contra a África do Sul (5 a 0) e nos amistosos preparatórios deste mês. O Brasil estreia na Copa às 17h de quinta.