icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/04/2014
11:47

O Sada Cruzeiro conquistou mais uma vez a Superliga Masculina de Vôlei (também tinha vencido em 2011-2012). Além disso, a vitória na final deste domingo sobre o Sesi-SP, no Mineirinho, marcou o 12º título do levantador William com a camisa do clube.

Jogador do Cruzeiro desde 2010 e capitão da equipe, William, de 34 anos, ainda desabafou após a partida, Além de comemorar muito mais um importante título, o levantador de 1,85m reclamou da desconfiança que ainda cerca uma equipe que já venceu tudo. 

- É uma cobrança muito grande em cima da gente, muita gente critica o trabalho. Muitos falam: "você é baixo, não tem condições". São 15 finais e muitos títulos, e mesmo assim ainda tem gente criticando. É necessário um desabafo às vezes. Sem dúvidas, é muita emoção. Essa torcida me apoiou desde o primeiro dia que cheguei aqui. Estou feliz demais - disse William, em entrevista à TV Globo após o jogo.

Depois de deixar o Bolívar, da Argentina, para jogar no Cruzeiro, o Mago, como é conhecido Williams, venceu de tudo. O jogador é tetracampeão mineiro, bicampeão sul-americano e campeão mundial com o time mineiro. Com a Seleção Brasileira, fez parte da equipe vice-campeã da Liga Mundial e campeã sul-americana no ano passado.

Neste domingo, após o jogo, ele ainda recebeu o prêmio de melhor levantador da Superliga 2013/2014. William foi buscar o prêmio com sua filha, nascida no ano passado, no colo.