icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/04/2014
18:49

Depois do atacante Fred se manifestar através das redes sociais contra os protestos das torcidas organizadas do Fluminense, o goleiro Diego Cavalieri também falou sobre o assunto após o treino do time nesta terça-feira, nas Laranjeiras. Segundo o camisa 12 do Tricolor, os protestos só são válidos se acontecer de forma pacífica.

- Viemos acompanhando isso, sabemos que o torcedor é movido a paixão, a emoaçõa, mas a cobrança tem que ser feita de uma maneira pacifica, correta, no estádio. Quando parte para agressão, algo assim, não compensa, não é válido. Temos um histórico muito grande disso não só aqui, mas em outro clubes. Existem vários casos aqui no Brasil de morte de torcedores. Se for de maneira pacífica, acho que é válido - disse.

Cavalieri também falou sobre a pressão que o grupo terá na partida de quinta-feira, diante do Horizonte-CE, na Copa do Brasil. O goleiro ressaltou a importância de conseguir reverter o resultado e obter a classificação para a segunda fase da competição nacional, que é uma das obssessões do Tricolor na temporada:

- É mata-mata. São dois times que buscam seus objetivos e desde a primeira rodada é assim. Quando as coisas não saem da maneira esperada, ocorrem essa questão. Algumas equipes tem a Copa do Brasil como jogo da vida, pela oportunidade de aparecer. O futebol hoje é em dia está muito nivelada. O nosso resultado lá não foi coerente com o que temos de qualidade no elenco.

Para conseguir a classificação, o Fluminense precisa vencer o Horizonte-CE por 2 a 0 ou por três ou mais gols de diferença. Caso ganhe por 3 a 1 (igualando o placar pelo qual foi derrotado), a disputa vai para os pênaltis. A partida que definirá o classificado será na próxima quinta-feira, às 19h30, no Maracanã.