icons.title signature.placeholder Lucas Bachião
07/02/2015
16:18

Destaque na vitória contra o Palmeiras na última quinta-feira, o goleiro Matheus, da Ponte Preta, ainda comemora a grande atuação na partida. Ele fez questão de enaltecer o triunfo conquistado pela equipe campineira e comentou o milagre após a cabeçada do Cristaldo. Em entrevista ao LANCE!Net, o arqueiro pontepretano disse que está se sentindo feliz pela comparação com a defesa do goleiro inglês Gordon Banks (por causa da cabeçada de Pelé na Copa de 1970).

Fã do palmeirense e ex-goleiro São Marcos e do são-paulino Rogério Ceni, o jovem atleta declarou que vai brigar por um espaço no time titular e prevê disputa acirrada com Marcelo Lomba, principal reforço da Macaca para a temporada. O jogador rasgou elogios ao treinador Guto Ferreira e afirmou que a Ponte Preta vai chegar longe no Estadual.

Confira a entrevista completa na íntegra:

LANCE!Net - Como se sentiu após ter se consagrado herói na partida contra o Palmeiras na última quinta-feira?

Matheus (Goleiro da Ponte Preta): Eu não me considero como o herói da partida. A Ponte Preta na quinta foi um grupo, todos ajudaram na marcação, estavam bem posicionado  na área e aquela defesa foi apenas um reflexo do nosso trabalho do  dia-a-dia. Eu tive que estar preparado para ajudar os meus companheiros, mas não me vejo como o herói da partida. Vejo como um atleta que pôde ajudar os seus companheiros dentro de campo e aquela defesa foi importante. Agora é esperar a oportunidade.

L!Net - Aquela defesa sua na cabeçada do Cristaldo, já está sendo comparando com a do Gordon Banks. O que achou dessa comparação com o goleiro inglês?

MA: Todo mundo está fazendo essa comparação. Eu particularmente não gosto muito de comparação, mas se ver realmente o contexto da defesa tem semelhança grande. A única diferença é que ele pegou a bola na sequência da passada pelo lado direito e a bola acabou caindo no meu contrapé. Não estudei muito sobre ele, mas sei que  foi um grande goleiro. Para ele ter feito uma defesa daquelas foi difícil mesmo. Fico feliz em ter feito aquela defesa e por ter ajudado os meus companheiros, porque era um jogo  difícil em que nós precisamos da vitória de qualquer maneira por nós não ter estreado tão bem.  Fico feliz por ter ajudado a ter saído com essa vitória tão importante, ainda mais sobre o elenco do Palmeiras, que é muito qualificado.

L!Net - Foi o melhor jogo da sua vida até hoje?

MA: Acredito que foi um dos melhores jogos da minha vida, mas ainda tenho bastantes jogos a serem feitos e espero fazer outros jogos melhores que esse ou então manter a regularidade. O goleiro tem que manter sempre a regularidade, não adiantar fazer um jogo muito bom e mal em outro. Espero manter esse nível e se Deus quiser, vai dar tudo certo.

L!Net - Marcelo Lomba foi contratado para ser o principal reforço da Ponte Preta. Como encara a concorrência com ele para brigar por um espaço no time titular?

MA: Acredito que é uma concorrência de peso de sucesso. Ele foi contratado para ser o principal reforço da Ponte Preta e veio para ser titular e eu vim comendo pelas beiradas. Infelizmente, ele teve uma lesão na coluna e essa oportunidade acabou caindo no meu colo e graças a Deus eu pude agarrar a oportunidade de mostrar para o professor (Guto Ferreira), que quando ele precisar de mim, eu sempre vou estar à disposição. A concorrência vai ser sempre um respeitando o outro, vou continuar buscando o meu espaço e ele também. O Lomba já está voltando aos treinos. Vai ser uma disputa boa e forte, vou trabalhar respeitando sempre ele, como todos os goleiros que têm aqui. Quando cheguei na Ponte Preta, eu já sabia que estaria pronto para assumir a camisa desse clube de prestígio.

L!Net  - Qual é a importância do Guto Ferreira para a Ponte Preta?

MA: Está sendo maravilhoso trabalhar com ele. O Guto é um cara que tem muita bagagem, de muita experiência. O trabalho dele é sensacional, como durante a semana e os jogos também. É um cara muito inteligente e acredito que ele vai nos ajudar muito nessa temporada. Espero também poder ajudar ele muito, que está passando uma confiança para o grupo e por eu estar jogando.  Vou dar o retorno para ele da melhor maneira que espera. A experiência está sendo maravilhosa e estou aprendendo muito com ele.

L!NET - Como prevê a Ponte no Paulistão e no Campeonato Brasileiro?

MA: A Ponte Preta tem tudo para fazer um grande Campeonato Paulista, apesar do nosso time ainda  estar em formação. Todos estão procurando dar o máximo em campo, mas nós temos um elenco forte e isso foi provado anteontem. Acredito que a Ponte vai chegar longe. Não vou garantir até aonde, mas a Ponte vai chegar longe. No Brasileiro é questão de tempo, porque o time está jogando agora o Estadual, mas acredito que vem forte.

L!Net - Quem é o seu ídolo?

MA: Sempre gostei muito do Marcos (Palmeiras) e Rogério Ceni (São Paulo). O Marcos foi um excelente goleiro e gosto do Rogério Ceni também. Os dois são os caras que eu sempre me assemelhei, quando eu era mais jovem, além de serem referências debaixo do gol. O Rogério Ceni com a batida na bola é fora de série, não tem comparação.